Dicas para não deixar que sua infraestrutura de TI vá parar na UTI

Hoje em dia, ter uma boa infraestrutura de TI já passou de opcional para obrigatório, especialmente se a empresa está em rápido crescimento ou tem ambições de aumentar a estrutura corporativa

Lucas Gontijo (*)

Afinal, crescer é o objetivo de qualquer negócio de sucesso, mas também significa enfrentar desafios de gestão, como no caso das áreas de TI, que precisam acompanhar o desenvolvimento das operações, para prestar o suporte adequado a cada demanda que surge dos setores que formam a companhia.

Nesse cenário, os gestores de TI precisam fazer análises constantes da infraestrutura tecnológica existente em busca de pontos vulneráveis, novos objetivos e melhorias. Como se fosse um check-up médico completo, a fim de acompanhar o quadro de saúde do paciente, evitando problemas e identificando tratamentos para prolongar e melhorar sua condição de vida.

Seguindo esse exemplo, além de constante, esse check-up precisa ser feito por profissionais especialistas, que possuam experiência suficiente no assunto e que entendam do negócio da empresa, para poder prescrever procedimentos que realmente ajudem a manter a TI em bom estado de funcionamento e conservação. Agora imagine a sua infraestrutura de TI como se fosse um atleta, que precisa estar na sua melhor forma física, não apenas para vencer cada competição, mas também diminuir o desgaste físico, e evitar lesões e dores musculares, a fim de estar bem para a próxima prova. Sem o acompanhamento e gestão adequados, ela provavelmente não vai te levar à linha de chegada.

“Os gestores de TI precisam fazer análises constantes da infraestrutura tecnológica existente em busca de pontos vulneráveis, novos objetivos e melhorias.

Gerente de TI da Microcity, Lucas Gontijo.

Para ajudar os gestores a manterem a infraestrutura tecnológica o mais ‘saudável’ possível e pronta para aguentar as exigências do dia a dia dos negócios, elenco algumas dicas:

  1. Analise a sua infraestrutura atual e identifique os erros, antes de traçar um objetivo e criar estratégias. Quando falamos de trabalho em equipe, a melhor forma de identificar erros é ouvir as pessoas envolvidas. Peça para que os times internos relatem as principais dificuldades encontradas no cotidiano. Procure também por uma auditoria externa com certa frequência, que seja capaz de ajudar a encontrar pontos de melhorias não óbvios a você ou a sua equipe. Outra maneira de identificar oportunidades de otimização é analisar os números da central de serviços e as pesquisas de satisfação (Elas são surpreendentes!).
  2. Avalie seus objetivos, pois dependendo do tamanho do negócio, as metas e objetivos estratégicos vão variar. Porém, independentemente disso, é preciso refletir como a infraestrutura de TI pode contribuir para o sucesso do negócio. Será que uma infraestrutura mais ágil pode reduzir custos e melhorar o desempenho da equipe e da empresa? O tempo que a companhia gasta em inovação é suficiente para alcançar os objetivos a médio prazo? Esse é um passo importante e que irá guiar a maneira de gerir a infraestrutura de TI.
  3. Considere investir em Outsourcing, para aproveitar os benefícios que ele geralmente traz para as áreas de TI. Os principais ganhos obtidos com a terceirização são: aumento da produtividade da equipe; redução de custos; aumento da disponibilidade dos equipamentos; e geração de engajamento. Com o outsourcing da infraestrutura de TI, as equipes internas não precisarão se preocupar com imprevistos. Dessa forma poderão focar em inovação e no aprimoramento dos processos. Outro ganho está em se associar a um fornecedor que tenha parcerias de nível premium com fabricantes internacionais e que ofereça pontes de acessos exclusivos a possíveis soluções de problemas ou a inovação de forma mais ágil.
  4. Busque amadurecer sua governança sempre, pois nenhuma equipe ou ferramenta trabalhará tão bem sem um método claro, contendo suas normas impostas por órgãos reguladores, regras internas e planos de contingência por exemplo. Ninguém gosta de chegar em um hospital e ver que os protocolos de atendimento, higiene ou priorização não são seguidos por exemplo. No caso da tecnologia o cenário é similar, relacionando o bem estar do paciente às demandas essenciais do negócio, seus critérios de prioridade, transparência e o zelo pelas melhores práticas. Evoluir com esta agenda de melhores práticas pode significar desde uma melhor performance para o negócio, quanto para genuinamente mostrar que a empresa está engajada em gerar os melhores resultados de forma ética e legítima.
  5. Faça melhorias na segurança da informação, uma vez que perder dados, tê-los “roubados” ou bloqueados para uso poderá trazer prejuízos inestimáveis para os negócios. Por isso é imprescindível definir estratégias de segurança, como controlar desde o acesso físico a documentos, por exemplo, até o acesso virtual – com logins e logs das ações realizadas por cada colaborador. Nesse caso, nada é exagero. Por isso esteja certo de que a sua “barreira de proteção” é sólida o bastante utilizando softwares de criptografia, sanitização de dados, antivírus, além de engajar toda a organização para incorporar as atividades de segurança em seus processos do dia a dia.
  6. Olhe para o futuro, porque enquanto o seu negócio estiver crescendo, as demandas de tecnologia e inovação continuarão surgindo – e cada vez mais evoluídas, como dito no começo. Você precisa pensar em como escalar a sua infraestrutura de TI. O uso da Cloud já é uma realidade, da mesma forma que os colaboradores utilizam aplicativos para se conectar à rede. Olhar para a inovação na hora de uma estratégia para gerir melhor a sua infraestrutura faz com que a sua empresa ganhe competitividade.

Por último, esteja sempre atento às tendências dos fornecedores de tecnologia, da concorrência e dos benchmarkings das melhores práticas do mercado. Dessa forma será possível desenvolver uma estratégia flexível e orientada para os resultados que você e sua empresa desejam alcançar. Não perca mais tempo e comece a aprimorar a gestão da infraestrutura de TI agora mesmo, antes que seja tarde demais.

(*) É Gerente de TI da Microcity

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap