A importância da liderança no processo de transformação digital

A transformação digital já dava seus primeiros passos antes da pandemia, que acelerou diversos processos, boa parte em razão da necessidade da adoção do trabalho remoto a fim de preservar o distanciamento recomendado. Agora, mesmo com a vacinação e a reabertura de estabelecimentos, diversas empresas estão convencidas de que novas formas de trabalho foram produtivas e começam a olhar para um futuro em que a adoção dos novos métodos não se dá pelo medo e sim pelos benefícios proporcionados.

Nesse novo cenário, líderes têm um papel fundamental como incentivadores de suas equipes e exemplos, eles próprios, de como a transformação digital pode resultar em um trabalho eficiente e coeso. Dados comprovam essa premissa. Segundo estudo conduzido pela Gartner, empresa global de pesquisa e aconselhamento de empresas, profissionais são 2,6 vezes mais propensos a ter maior destreza digital tendo a liderança como exemplo e modelo de comportamento.

“Dentro das organizações a transformação digital só acontece efetivamente se os líderes engajarem suas equipes em uma cultura de inovação”, afirma Lucas Padilha, gerente da Luandre Middle, divisão especialista em alta gestão, da Luandre RH. A adaptação, contudo, não é algo tão simples – “o maior desafio é comportamental e está relacionado não somente à tecnologia e sim às pessoas. Trata-se de estabelecer um fluxo de boas ideias e cumprimento de prazos, mesmo que à distância”, comenta Lucas.

O especialista explica que o gestor irá conviver frequentemente com riscos e precisa ter resiliência para encarar possíveis desafios – o que era qualidade de um bom líder em tempos pré-transição digital. A diferença, portanto, é apenas o contexto. A orientação é tirar o melhor que a tecnologia pode oferecer.

“A inovação é uma aliada e precisa ser usada de forma estratégica. Precisamos entender que a transformação digital vai além do home office. Hoje, temos acesso a ferramentas sofisticadas que nos permitem realizar verificações de desempenho e análises de clima com mais facilidade e agilidade e isso deve ser usado a favor da melhor gestão”, destaca Lucas.

Assim, aqueles que estão na ponta da implementação destas novidades frente a suas equipes podem e devem se tornar eles próprios mais eficazes a partir de boas soluções de interface de softwares que permitem o acompanhamento de tarefas com mais clareza, além do acesso a indicadores que permitem a tomada de decisões mais embasadas. Treinamentos também ganham amplitude, uma vez que o ensino à distância pode ser mais abrangente que cursos presenciais in company.

A flexibilidade de participar deles a qualquer horário, em caso de aulas gravadas, é outro fator relevante. “O líder digital é aquele que compreende que a companhia é o centro da transformação digital e atua em conjunto com todas as áreas envolvidas, para o sucesso da empresa como um todo”, conclui. – Fonte e outras informações: (www.luandre.com.br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap