Trudeau perde no voto popular, mas é reeleito no Canadá

Após uma campanha acirrada, o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, viu seu eleitorado encolher quase 15%, mas ainda assim garantiu mais um mandato de quatro anos à frente do governo. Nas eleições de segunda-feira (21), o Partido Liberal (LPC), liderado por Trudeau, obteve 33,10% dos votos (5,91 milhões), queda de 6,47 pontos em relação a 2015 (6,94 milhões), e ficou atrás do Partido Conservador (CPC), de Andrew Scheer, com 34,4% (6,15 milhões).

Apesar disso, beneficiado por um sistema eleitoral distrital, o LPC garantiu a maior bancada na Câmara dos Comuns, com 157 dos 338 assentos, contra 121 do CPC, o que dá a Trudeau mais quatro anos como primeiro-ministro, porém agora em um governo de minoria. O Partido Liberal não conseguiu o mínimo de 170 cadeiras para obter maioria no Parlamento e precisará do apoio externo do Novo Partido Democrático (NDP), do líder sikh Jagmeet Singh, que ficou com 15,90% dos votos e 24 assentos na Câmara.

“Os canadenses votaram a favor de uma agenda progressista”, disse Trudeau em seu primeiro discurso após a vitória. Sorridente, o premier agradeceu aos eleitores e fez um apelo por “união” no país, prometendo lutar contra a crise climática, pela restrição ao acesso às armas e pela inclusão de migrantes na sociedade. “Sempre é possível fazer melhor”, acrescentou.

Trudeau também recebeu os parabéns do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a quem frequentemente se opõe no cenário internacional. “Parabéns a Justin Trudeau pela incrível e difícil vitória. O Canadá está bem servido. Espero trabalhar com você para melhorar nossos dois países”, escreveu o magnata no Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap