88 views 4 mins

News@TI 02/02/2024

em News@TI
quinta-feira, 01 de fevereiro de 2024

Inscrições para o programa de inovação aberta da SPIC são prorrogadas até esta sexta-feira

@As inscrições para o programa Geração Inovação da SPIC 2024 foram prorrogadas até esta sexta-feira, dia 2 de fevereiro. Startups, centros de pesquisa, universidades e empresas de base tecnológica que desejam contribuir com o setor elétrico brasileiro, podem inscrever seus projetos na terceira edição do programa, que é uma iniciativa da SPIC Brasil, uma das maiores geradoras privadas de energia do País. O objetivo é selecionar soluções que colaborem para maior eficiência operacional para a Usina Hidrelétrica São Simão (situada entre as divisas dos estados de MG e GO e operada pela SPIC). Podem ser inscritos até dois projetos por desafio, com valores de referência de no máximo R$ 2 milhões para cada, totalizando R$ 8 milhões para os quatro selecionados. O prazo para implantação é de 18 meses (https://energia.spicbrasil.com.br/geracao-inovacao-2024).

Inovações em observabilidade com foco em Inteligência Artificial e análise de dados

@A Dynatrace, líder em observabilidade e segurança unificadas, anuncia uma série de inovações e expansões em sua plataforma, incluindo recursos de observabilidade de Inteligência Artificial (AI observability) e observabilidade de dados (data observability), além de novas opções de automação. As inovações estão sendo anunciadas globalmente nesta semana, incluindo a extensão da sua plataforma de análise e automação com a Dynatrace AI Observability para fornecer observabilidade e segurança abrangentes para grandes modelos de linguagem (LLMs) e aplicações baseadas em Inteligência Artificial Generativa. Essa melhoria permite que empresas em todo o mundo adotem a Inteligência Artificial Generativa com confiança e eficiência como parte de seu foco em inovação, produtividade e receita (https://www.dynatrace.com/). 

Parceria para oferecer tecnologia de pagamento por reconhecimento facial

@A validação de pagamentos por reconhecimento facial é mais uma solução que a RPE passa a oferecer ao varejo nacional. Por meio de sua mais recente parceria, firmada com a empresa brasileira Payface, a novidade chega para fortalecer o ecossistema em meios de pagamento da RPE com foco em alavancar o uso da biometria nos processos de aquisição, identificação e compra com cartões de redes varejistas (private label). O objetivo é tornar as transações dos consumidores nos pontos de venda físicos cada vez mais digitais e frictionless. As soluções biométricas vêm ganhando evidência em linha com a agilidade, praticidade e segurança que os consumidores finais buscam em suas jornadas de compra. De acordo com levantamentos como o estudo realizado pela Juniper Research, a adoção desse tipo de tecnologia só cresce, e em ritmo acelerado.  A projeção é que o total de pagamentos efetuados por meio da biometria facial atingirá 1,5 bilhão de transações em todo o mundo até 2025 (www.rpe.tech/).