Por que é importante ter um assessor de investimentos?

Quem resolve mergulhar no mundo dos investimentos, tem a opção de estudar, se dedicar e fazer tudo sozinho ou ter a vantagem de contar com a ajuda de um assessor de investimentos, ou seja, um profissional disponível para tirar dúvidas e dar orientações de acordo com o perfil do investidor.

Pesquisas nos mercados mais desenvolvidos, como EUA, mostram que clientes com assessores possuem uma rentabilidade que chega até 2% anuais acima dos que não possuem assessores. Mas quais são as vantagens? Por que contar com um assessor de investimentos? João Beck (*), especialista em investimentos, lista os motivos:

  1. Atendimento personalizado: O assessor sugere investimentos de acordo com o perfil de cada investidor. Tira dúvidas, explica quais são os riscos, mostra oportunidades e traz as notícias do mercado. Esse tratamento costuma ser mais personalizado do que ocorre em bancos em que o gerente, por exemplo, precisa lidar diariamente com suas metas. O assessor cria um vínculo e um relacionamento de confiança com o investidor, diferente dos bancos que acabam tendo também uma grande rotatividade dos profissionais.
  2. Agilidade nos investimentos: Nem todo mundo tem tempo no dia a dia para estudar e acompanhar as notícias do mercado. Nesse caso, quem conta com um assessor, tem as análises de especialistas certificados de quais as melhores oportunidades para investir ou quais são os riscos dos investimentos que quer fazer. O assessor ajuda a agilizar a tomada de decisão por parte dos clientes que muitas vezes não sabem por onde começar.
  3. Trazer racionalidade ao investidor: Mais do que ser uma segunda opinião, o assessor de investimentos faz com que o investidor se sinta mais seguro e aja de forma racional e não por impulso. Relatórios divulgados da B3 mostram um fluxo sempre contrário de entrada de clientes pessoa física em movimentos e ciclos de alta e baixa da bolsa. Às vezes, entram no término de ciclos de alta e saem no ciclo de baixa.
  4. Mostrar oportunidades: O assessor está sempre por dentro de todas as novidades e constantes mudanças no mercado. Cada momento que o país passa tem tipos de investimentos mais seguros a se fazer e outros em que o mais indicado é se afastar por um período para diminuir os riscos. O profissional, por estar sempre muito bem informado, pode dar dicas ou recomendações de rotas a seguir que o investidor poderia nem ter imaginado.
  5. Ajudar a descobrir o perfil de investidor: Nem todo mundo que começa a investir em operações day trade precisa seguir nesse rumo, por exemplo. Há diversas outras opções de investimentos. E o assessor é aquele que pode ouvir as queixas do investidor e ajudá-lo a descobrir uma outra forma de investir em que ele se sinta mais seguro e confortável.

Assim, ter esse profissional por perto pode ajudá-lo a descobrir também mais sobre o próprio perfil de investidor. O processo de autoconhecimento, com certeza, será fundamental para um cliente com perfil conservador conseguir migrar para um perfil moderado ou agressivo.

  1. Cuidado com o canto da sereia: Trazendo Ulisses à Bovespa, se na mitologia, o canto da sereia era algo tão belo que fazia os homens se jogarem ao mar, na realidade atual, esse canto é estridente e vem via “ruídos” dos mares para o mundo financeiro. O canto da sereia é representado pelo discurso que encanta. Quem não quer altíssimas taxas de retorno completamente livres de risco? Quando se vir numa situação como esta, faça como Ulisses: tape os ouvidos, segure seus instintos e enxergue o óbvio.

(*) – Graduado em economia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro, é assessor de investimentos e sócio da BRA, um dos maiores escritórios credenciados da XP Investimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap