Pagamento por cartão: preferência do brasileiro nas compras online

Os consumidores brasileiros que fazem compras pela internet têm uma variedade de escolhas que podem ser feitas na hora de realizar o pagamento com meios de pagamentos completos que oferecem como solução as opções de cartões de crédito, boleto bancário, link de pagamento, pagamento recorrente, entre outros.

Um estudo sobre os consumidores nos últimos dois anos, a Yapay – unidade de pagamento do grupo Locaweb -, observou que o cartão continua sendo a forma de pagamento mais utilizada por esses consumidores.

Os dados foram analisados a partir do comportamento da base ao longo de 2020, estabelecendo também um comparativo com os resultados apurados em 2019.

Mesmo diante de diversas mudanças na jornada de compra, a preferência é pelo cartão na hora de concluir as compras online. Em 2019, 67% das pessoas optaram por essa opção ao realizarem pagamentos e em 2020, a porcentagem foi de 66.8%. Já os boletos bancários ficaram em segundo lugar, com 32,2% e 32,7%, respectivamente.

“Algo que pode ser analisado com esses dados é que, apesar de todas as mudanças ao longo das últimas décadas e, entre 2019 e 2020, o consumidor continuou com as mesmas preferências. Isso mostra que a construção de qualquer produto deve ser pensada com foco na demanda e na usabilidade, a metodologia de pagamento é uma opção do consumidor”, explica Natália Tukoff, diretora comercial e de marketing da Yapay.

Segundo Natália, “o cartão ainda é a forma mais segura e prática para o consumidor que está cada vez mais presente no ambiente online, o método oferece flexibilidade e versatilidade. Assim quando vamos a uma loja física nós, como consumidores, escolhemos como desejamos realizar o pagamento, o cartão oferece essa propriedade sobre a compra. E claro, o consumidor escolhe a quantidade de parcelas, a bandeira que deseja usar, levando em conta suas disponibilidades no momento”.

Apesar dos dados positivos, é importante ressaltar que as transações via cartão de crédito são também as mais visadas por fraudadores. “De um ano a outro, observa-se uma mudança no mercado em relação a elas, pois, em 2019, 1,5% do número total de pedidos foram tentativas ou fraudes, já em 2020 esse número passou a 1,3%. Considerando o crescimento do número de pedidos e as proporções ano a ano, a quantidade de pedidos não fraudulentos aumentou consideravelmente”, destaca a diretora.

“Visões como essa são fundamentais para o empreendedor que realizará transações online e, principalmente, que está começando no comércio eletrônico com cartões de crédito, pois ter um meio de pagamento que ofereça uma proteção para as transações realizadas pode garantir a saúde do projeto. Muitos negócios são abalados por fraudes logo no início, por isso a importância dessa proteção.”, finaliza a executiva. Fonte e mais infoirmações: (www.yapay.com.br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap