Mineração: como a pandemia não afetou o mercado

Uma mineradora tem muitos funcionários que precisam de leis trabalhistas muito bem aplicadas e vigentes. Com a pandemia, o dólar subiu e com ele veio a desvalorização do minério brasileiro, que acabou ficando muito mais barato para a exportação em todo o mundo. Um fato observado nesse período foi a grande quantidade de trabalhadores diretos e indiretos que ganharam com a nova realidade de mercado, mediante as exportações.

A Clever Global, empresa de serviços tecnológicos, especializada no gerenciamento de fornecedores e terceiros, contribui para a gestão de mais de 1,2 milhões de trabalhadores em todo o mundo, sendo no Brasil, mais de 100 mil trabalhadores. Para Otávio Pepe, diretor Brasil da Clever Global, existe uma dificuldade dos mineradores de controlar a quantidade de prestadores de serviço subcontratados e terceiros em razão das altas demandas.

“Muitas vezes grandes mineradoras contam com uma equipe interna dedicada à gestão de pessoas e de fornecedores, em razão da baixa rotatividade dos colaborares da empresa, seja terceiros ou efetivos. Fazemos a parte “burocrática” com o controle previdenciário, fiscal e dos documentos de saúde e segurança do trabalho para que todo o processo flua perfeitamente. Assim as equipes podem focar o seu trabalho na gestão de pessoas, deixando a auditoria dos documentos conosco”, explica Pepe.

Com a plataforma SerCAE da Clever Global, que auxilia na gestão documental, minimizando os riscos associados à subcontratação de serviços, a empresa consegue ajudar de forma bastante efetiva na formação de mão de obra pelas particularidades dos projetos de mineração. Até pelo fato deste setor exigir uma Legislação trabalhista e previdenciária bem restrita, devido ao alto grau de risco das atividades de trabalho, como insalubridade, periculosidade, dentre outros.

De acordo com um estudo do Ministério da Economia, o setor de mineração foi um vencedor na crise da Covid-19. Foi usado como referência os dados faturados pelas empresas nos meses de abril a julho de 2020. Nesse período mais crítico, a mineração teve um faturamento 37,6% maior que o mesmo período do ano anterior e 26,2% a frente do período de janeiro a março. Há picos de trabalho na gestão documental, principalmente na mobilização de empresas e prestadores de serviço nos períodos de parada para manutenção que costumam acontecer anual ou bianualmente.

“Como as mineradoras trabalham constantemente e a gente consegue evitar processos trabalhistas ou demandas judiciais de fornecedores com nosso trabalho. Processos esses que costumam gerar valores altos devido ao longo período de vínculo. Cuidamos para a preservação desse trabalhador perante a mineradora que ele atua. É evidente que a pandemia ajudou esses trabalhadores a manterem seus empregos, apesar de todo o cuidado estar ainda mais rígido em razão da nova doença”, conclui Pepe. – Fonte e mais informações: (www.clever-global.com).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap