108 views 2 mins

Mark Zuckerberg defende criação de imposto digital global

em Mercado
terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

CEO do Facebook, Mark Zuckerberg. Foto: Reprodução/Twitter

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, fez um apelo por mais regulação para as empresas tecnológicas e defendeu a criação de um imposto digital global, principalmente para as chamadas “big techs”, que incluem Facebook, Google e Amazon. “As empresas de tecnologia devem servir a sociedade e, portanto, apoiamos os esforços da OCDE de criar regras tributárias globais justas para a Internet”, escreveu o americano em um artigo no Financial Times.

Segundo o fundador da rede social, a medida pode prejudicar os “negócios no curto prazo, mas no longo prazo isso beneficiará a todos”. A declaração foi dada na data em que Zuckerberg viaja pela Europa, onde se reúne, em Bruxelas, com os comissários da União Europeia para Concorrência, Margrethe Vestager, para Justiça, Vera Jourová, e para Indústria, Thierry Breton, para debater o papel regulatório que os Estados podem ter com as empresas tecnológicas.

“Com Vestager e Breton, falaremos sobre a agenda digital da Comissão da UE, enquanto Jourová discutirá a proteção da democracia e dos direitos fundamentais”, explicou um porta-voz da UE. De acordo com Jourová, é uma felicidade “ver que o pensamento do Facebook está mudando e está mais alinhado com a abordagem europeia em diferentes aspectos regulatórios”.

“Vejo a Big Tech como parte da solução para os problemas que eles contribuíram criar. A regulamentação da UE nunca resolverá todos os problemas apresentados pela Internet. Por esse motivo, o Facebook e Zuckerberg devem responder à pergunta sobre quem eles querem ser como empresa e quais valores eles querem promover”, explicou a comissária para a justiça. Para o CEO do Facebook, no entanto, as empresas privadas não devem tomar tantas decisões sozinhas quando tocam em valores democráticos fundamentais” (ANSA).