54 views 2 mins

Petrobras vai manter investimentos em pesquisa

em Manchete
quarta-feira, 21 de dezembro de 2016
José Cruz/ABr

José Cruz/ABr

Presidente da Petrobras, Pedro Parente.

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, garantiu que não haverá cortes de despesas para investimentos em projetos de pesquisa e desenvolvimento do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe), da UFRJ. Parente fez sua primeira visita à instituição nesta semana, onde se reuniu com diretores, coordenadores de programas e professores da Coppe e de outras unidades da instituição.
“Não vamos reduzir projetos de pesquisa e desenvolvimento. Nossa redução de despesas não passa por isso. Não tenho dúvida de que passamos por um momento muito difícil, mas o setor pode retomar o dinamismo com os novos leilões, que serão realizados em 2017, novas parcerias e desinvestimentos. Diria que estamos começando a trilhar o caminho da melhora”, disse o presidente da estatal.
A redução de despesas, estimada em 18%, segundo Parente, deve-se à crise do setor de óleo e gás, ocasionada pela entrada no mercado do óleo de xisto e pelo aumento da oferta de óleo. “Todas as empresas petrolíferas estão otimizando portfólio, reduzindo custos e efetivo. A Petrobras precisaria fazer o mesmo, ainda que não tivesse ocorrido o aumento explosivo do seu endividamento”, informou.
A dívida da empresa é cinco vezes maior que a geração de caixa operacional. “É a maior dívida dentre as empresas do setor, tanto em termos absolutos quanto relativos. Pagávamos US$1,7 bilhões em juros. Em 2015, passamos a pagar R$ 6,3 bilhões. Nossa dívida quintuplicou e os juros dobraram, e, se nada for feito, pagaremos 17 bilhões em juros” (ABr).