Dilma: governo não faz ajustes que comprometam o futuro do país

Antonio Cruz/ ABr
  • Save

Dilma Rousseff durante a solenidade de lançamento da nova etapa do Pronatec.

A presidenta Dilma Rousseff voltou a defender ontem (9) as medidas de ajuste que o governo tem adotado para reequilibrar as contas públicas. Ela disse que o governo não faz ajustes para cortar o futuro do país e acabar com os programas fundamentais.
“Reafirmo que, mesmo em momento de crise e de dificuldade pelo qual nós passamos, é importante entender que fazemos ajuste para preservar aquilo que nós precisamos preservar porque constitui o caminho do futuro”, afirmou Dilma, durante a solenidade de lançamento da nova etapa do Pronatec, com meta de 2 milhões de vagas em 2016.
Segundo a presidenta, a intenção do Pronatec é criar oportunidades para o país com empregos melhores e produção mais competitiva. “Estamos criando um caminho de oportunidades para o país, que precisa deste investimento para ultrapassar este momento e voltar a crescer, mas voltar a crescer com melhor qualidade e maior capacidade de inovação. Queremos mais e melhor. A arte da despesa pública é olhar sempre aonde você está gastando e procurar fazer mais com menos e focar”, acrescentou.
Do total de 2 milhões de vagas oferecidas este ano, 372 mil estão previstas para cursos técnicos e 1,627 milhão para cursos de qualificação profissional. Um dos destaques é o fortalecimento do Pronatec EJA (Educação de Jovens e Adultos). A ideia é que os jovens e adultos que interromperam seus estudos tenham a oportunidade de participar do programa, tendo seus conhecimentos – oriundos do trabalho e de experiências anteriores – valorizados e aproveitados ao longo dos cursos (ABr).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap