Com incentivos a Omie ajuda o contador a se adequar à era digital

O jornal “Empresas & Negócios” teve oportunidade de conversar com a diretora de marketing da Omie, plataforma de gestão em nuvem para PMEs, Ana Meneguini, sobre o Prêmio Omie de Inovação Empreendedora.

Adriana Cortez/JEN

O modelo de negócio da Omie se baseia em parcerias com mais de 18 mil escritórios contábeis. Meneguini falou sobre a premiação que será realizada durante o ‘We Are Omie Nordeste’, que acontece no Recife, em 7 de maio, no Classic Hall.

JEN: Ao criar o Prêmio Omie de Inovação Empreendedora para estudantes de contabilidade, contadores e empreendedores, a Omie se inspirar nas ideias das empresas vencedoras para incrementar sua plataforma?
Ana Meneguini:
A intenção da Omie com o prêmio é reforçar seu posicionamento como parceira do mercado – tanto empreendedores como contadores – e estimular e investir em projetos inovadores. Temos como objetivo estimular que ações inovadoras se tornem naturais e transformem ainda mais o ecossistema.

JEN: O intuito é se inspirar nesta primeira edição e dar continuidade ao Prêmio nos anos seguintes ou ainda se espera o resultado de 2020 para decidir quais serão para os próximos passos?
AM: A ideia é iniciar uma tradição e dar continuidade ao Prêmio Omie de Inovação Empreendedora, de forma a seguir apoiando de forma constante a inovação no setor. Esse é o ponta pé inicial e queremos que se perpetue por muitos anos.

JEN: Por que, em vez de dar certificado para apenas um integrante dos grupos vencedores, não se pensou em fazer para cada um que participou da elaboração do trabalho premiado?
AM: Essas cláusulas a qual se refere são apenas uma forma de simplificar a produção dos certificados, caso haja uma quantidade muito grande de nomes, porém ficará a nosso critério premiar os indivíduos com os devidos certificados caso não seja uma lista excessivamente extensa de autores. Todos serão reconhecidos como vencedores e serão premiados pela participação.

  • Save
Ana Meneguini, diretora de marketing da Omie. Foto: Divulgação


JEN: É possível mensurar a taxa de crescimento das empresas do setor vinculadas à Omie, desde a sua fundação, em 2013?
AM: As taxas de sucesso do sistema e de aprovação dos usuários são bastante altas, mas no momento não divulgamos informações referentes à base de empresas.

JEN: A Omie é embaixadora da #culturadocrescimento. Poderia explicar um pouco sobre isso, o que essa “hashtag” abarca, qual seriam as responsabilidades da Omie?
AM: Essa foi uma forma que criamos de englobar todas as iniciativas da Omie que buscam levar ferramentas para diminuir o gap de eficiência da PME brasileira e ajudar o contador a se adequar à era digital ao adotar uma atuação mais consultiva e menos operacional. Isso inclui nosso sistema de gestão, os serviços financeiros (conta digital que é sistema de gestão – Omie.Cash; antecipação de recebíveis na plataforma) que oferecemos e as iniciativas de educação empreendedora (Omie.Academy, sistema de gestão em Kanban) que promovemos.

JEN: A Omie foi fundada há sete anos. Por que somente agora surgiu o Prêmio? O que motivou suja criação?
AM: O Prêmio é justamente parte da expansão e consolidação da empresa, que vem rapidamente se tornando um expoente tecnológico da América Latina. Chegamos em um ponto de nossa trajetória em que somos capazes de incentivar ainda mais os empreendedores e contadores e por isso resolvemos criar a premiação.

JEN: O Prêmio, e posterior divulgação dos trabalhos, seria também uma forma de levar ideias e novos conhecimentos a outros profissionais e, assim, elevar os níveis dos serviços oferecidos no mercado?
AM: Sem dúvidas. Acreditamos que essa troca de conhecimentos é muito rica e esse ciclo será a base de uma evolução bastante potente do mercado como um todo.

JEN: A Omie tem algum vínculo com a contabilidade, há algum produto que atenda a área contábil que até justifique o Prêmio?
AM: O sistema de gestão da Omie, apesar de voltado para o empreendedor, facilita, digitaliza e automatiza o trabalho de organização e envio de informações contábeis, algo que sempre tomou muito tempo e dificultou a relação entre contadores e empreendedores. O modelo de negócio da Omie se baseia em parcerias com mais de 18 mil escritórios contábeis, que indicam o sistema para seus clientes pois enxergam o benefício de atender empreendedores organizados, com uma gestão eficiente.

JEN: A Omie oferece exclusivamente a contadores parceiros o maior clube de vantagens para o segmento do Brasil, o Club.Infinity?
AM: Criado em abril de 2019, o clube visa a reconhecer o papel essencial do contador dentro do ecossistema empreendedor nacional e impulsionar seus negócios ao entregar o ferramental necessário para uma atuação mais consultiva e estratégica, indispensável na era digital.
O Club.Infinity objetiva ajudar o contador a lidar com esses desafios ao ressignificar seu papel e apoiá-lo na transição para um papel mais consultivo, principalmente por meio de cursos gratuitos que ensinam o profissional a vender melhor seus serviços, criar estratégias de oferta de BPO (Business Process Outsourcing) e posicionar sua marca nas redes sociais.
O Club.Infinity também oferece programas de pontos para viagens nacionais e internacionais; valores acessíveis ao software Omie para os clientes do contador; consultorias personalizadas; treinamentos de alto impacto; e cursos gratuitos para o contador, sua equipe e seus clientes na Omie.Academy, plataforma de educação que já capacitou mais de 1500 alunos e alunas.

  • Save

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap