297 views 2 mins

Reforma tributária deixa empresas apreensivas quanto a notas fiscais

em Mais
terça-feira, 29 de agosto de 2023

A Reforma tributária, atualmente em tramitação no Senado, tem deixado empresas apreensivas quando a notas fiscais. A apreensão gira em torno da possível mudança no atual sistema, e perda de documentos se percam, o que pode deixar as empresas expostas a futuras autuações ou impossibilitadas de recuperar créditos de tributos pagos indevidamente.

Por isso, as empresas têm procurado por sistemas recuperações de notas fiscais e documentos XML’s nas plataformas de auditoria e compliance fiscal. Estudo da Revizia, especializada em auditoria e compliance fiscal, mostrou crescimento de mais de 300% nas buscas desses documentos. Durante todo o primeiro semestre deste ano, a plataforma havia recuperado aproximadamente 5 milhões de documentos desse tipo.

Entre os cinco tipos de documentos XML’s mais recuperados, o estudo da aponta em primeiro lugar o Cupom Fiscal Eletrônico (CF-e-Sat), depois a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e na sequência a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e). Em quarto lugar aparece o Conhecimento de Transporte Eletrônico (CTe) e na quinta posição a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e).

Na avaliação de Diogo Chamun, diretor de políticas estratégicas e legislativas da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (FENACON). “É importante destacar que é obrigatório às empresas terem armazenados os arquivos das notas fiscais dos últimos cinco anos. Mas se há aumento expressivo na busca por acesso às informações, é para regularizar essa obrigatoriedade, ou mesmo, se precaver quanto a uma eventual necessidade de comprovação em uma autuação. Além disso, uma possível recuperação de tributos também pode ajudar na busca pelas notas fiscais de períodos anteriores. Hoje é possível buscar esses arquivos no Portal da NFe, no entanto, o receio é que com a troca do sistema o acesso fique prejudicado”, destacou.