Pandemia acelera demanda por profissionais de e-commerce

A pandemia transformou os hábitos de toda a população e fez com que o comércio digital ganhasse ao menos 4 milhões de novos clientes, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico – Abcomm, que relatou um salto de 400% na venda de brinquedos, 200% de crescimento das vendas de artigos esportivos e 80% de alta em relação aos cosméticos.

Segundo Felipe Dellacqua, sócio e VP de vendas da Vtex, multinacional que desenvolve plataformas de e-commerce presente em mais de 30 países, quem mais sofreu com a paralisação, que ocorreu nos primeiros meses da chegada do vírus ao Brasil, foi a indústria e o varejo, que em sua grande maioria não estavam preparadas para um momento 100% digital em suas companhias.

“Isso se tornou um caminho sem volta para digitalização das empresas e todas passaram a priorizar em suas companhias projetos de transformação digital e, consequentemente, ir ao mercado para contratar mão de obra direta e indireta para esse processo. O grande problema agora é que a procura cresce de forma exponencial e a oferta de profissionais com esse tipo de skill está escassa”, explica.

O head de e-commerce precisa saber, além de parte comercial, todos os conceitos necessários para uma boa performance digital. “Uma visão de marketing digital, logística, comercial, produto, tecnologia são essenciais para esse gestor. Como a lei da procura e oferta funciona em todos os sentidos, agora esses salários começam a inflar pela falta de disponibilidade do mercado. E a tendência é inflar ainda mais, pois as empresas seguem com a necessidade de iniciar sua transformação digital”, comenta.

O head de transformação digital é um profissional multidisciplinar com conhecimentos profundos na área comercial, marketing e tecnologia. Além de trabalhar com processos utilizando metodologias ágeis focado para venda, é responsável pela conversão e fidelização de clientes. A maioria dos cursos de graduação não capacita o profissional para esse ramo, mas tem surgido novas instituições que levam do básico ao avançado focadas em formar executivos de alta performance e conhecimento para atender essa demanda latente do mercado.

De acordo com o VP de vendas da Vtex, a digitalização não é uma suposição e sim uma realidade cada vez mais necessária. Durante a pandemia, empresas que não estavam minimamente preparadas para o mundo digital tiveram que se reinventar de uma maneira muito mais dura do que as empresas que tinham algum tipo de processo digital já iniciado.

“Daqui para frente a realidade vai ser outra e quem não estiver pensando ou adiantando seus projetos digitais vai estar com dias contados. Os profissionais da área digital continuarão a ter procura e por isso pessoas de outras áreas estão tentando aprender e se especializar de alguma maneira nesse mercado”, diz. Fonte: (www.vtex.com).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap