Especialista avalia as vantagens do PIX para o varejo

O dinamismo do varejo permite que ele se adapte e utilize novas tecnologias e sistemas a seu favor. A demanda e a exigência dos consumidores por soluções de pagamentos mais simples, rápidas e seguras são fortes impulsionadores para o setor sempre se reinventar. A última novidade é o PIX, sistema de pagamento instantâneo desenvolvido pelo Banco Central. O sistema substitui transações em DOC e TED e está disponível 24 horas nos sete dias da semana.

Para Claudio Felisoni de Angelo, presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo ( Ibevar), a implementação exige que os varejistas de adaptem para atender melhor seus clientes em um mercado cada vez mais competitivo. “O PIX é visto com bons olhos pelo setor, mas será necessário adequar as formas de pagamento e até mesmo as relações com os clientes e com o dinheiro”, comenta o especialista.

O PIX permitirá que as transferências ocorram diretamente da conta bancária do pagador para a conta do recebedor, que pagará tarifas mínimas na operação, diferente de maquininhas de cartões e transferências bancárias convencionais. O modelo também deve proporcionar mais velocidade, segurança e conveniência para os envolvidos nas transações.

Felisoni acredita que uma das principais vantagens realmente será a economia com as taxas para os estabelecimentos. “Hoje, para que um pagamento seja realizado, temos o envolvimento de diversos participantes, como, por exemplo, a bandeira do cartão, a empresa responsável pela maquininha e os bancos. O PIX funcionará como um atalho nesse processo, visto que as operações serão realizadas de forma instantânea pelo smartphone, sem intermediação de terceiros”. Outras informações: (www.ibevar.org.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap