80 views 8 mins

Lazer e Cultura 21 a 25/04/2016

em Lazer e Cultura
quarta-feira, 20 de abril de 2016

Legado

legado temporario

Refletir sobre a condição humana, por meio de diálogos entre o pai da psicanálise, Sigmund Freud (1856-1939) e Anna Freud (1895-1982), a única de seus filhos que seguiu a carreira do pai, sendo uma das responsáveis pela preservação do legado paterno, que esteve em vias de ser destruído durante o nazismo. Em síntese, esta é a proposta do espetáculo Freud & Anna Freud: uma leitura performática, que o coletivo Território das Artes apresenta. Com texto assinado pela atriz e psicanalista Lenira Fleck e pela atriz e artista multimídia Liana Timm, a montagem traz no elenco, além da dupla de escritoras, a premiada atriz Janaina Pelizzon, que dão vida a importantes nomes que marcaram as trajetórias do psicanalista e de sua filha, como Martha Bernays (esposa de Freud e mãe de Anna) a irmã de Martha, Minna Bernays, entre outras personalidades como Ernest Jones, Dorothy Burlingham e Marilyn Monroe.

Serviço: Teatro Augusta, R. Augusta, nº 943, Centro, tel. 3151-4141. Sexta (29), às 21h30 e sábado (30), às 19h. Ingressos: R$ 50 eR$ 25,00 (meia).

REFLEXÃO

TRABALHAR SEMPRE: Se teus encargos te parecem pesados em demasia, não te abandones a  impressões negativas e sim ergue-te em espírito ante a luz da compreensão. Comparemos a existência, quando na Terra a um campo que o Senhor nos concede  cultivar. Cada criatura permanece na gleba que lhe coube. Decerto encontraremos pedras a remover, espinheiros a suprimir, ervas  selvagens a erradicar e certos tratos de solo por adubar e corrigir. Companheiros existem a se queixarem de quaisquer climas e, temendo o  trabalho, se marginalizam na expectação. Esses amigos, no entanto, não se surpreenderão, na hipótese de se verem, um  dia, cercados por pragas invasoras, no quinhão de terra que a Divina  Providência lhes haverá confiado. Na imagem a que nos reportamos, se destaca um símbolo ainda que pálido de  nossa passagem no Plano Físico. É imperioso, de nossa parte, educar instintos, sublimar impulsos,  estabelecer o auto-domínio e aprimorar-nos, quanto possível, no transcurso  do tempo em que usufruamos a gleba de nossas realizações no mundo, em regime  de comodato. Se aguaceiros de desenganos te encharcam os dias, se tempestades de  sofrimento te compelem à mudanças difíceis, se provas inesperadas te induzem  à tribulações e crises de variada espécie, não te abatas e continua nas  tarefas que a vida te reservou. Haja o que houver, adianta-te e faze o melhor que possas. Recorda que é preciso semear o bem, por dentro de nós e por fora de nós,  onde estivermos, de vez que, nessas diretrizes, o bem se nos fará alegria e  paz, coragem e esperança, nas áreas de cada hora. Se algo te fez parar no serviço do bem a que te impuseste, recebendo o  empréstimo da existência no mundo, refaze as próprias energias, levanta-te  das sombras da tristeza e não te acomodes com a inércia. Prossegue constantemente no encalço do bem a que somos chamados. Reanima-te em qualquer lance difícil do caminho e confia na Divina  Providência que jamais nos abandona. E, sobretudo, guarda a certeza de que o  desânimo, ainda mesmo quando na embalagem das mais belas frases, nunca  auxiliou e nem melhorou a ninguém. (De “Amigo”, de Francisco Cândido Xavier – Emmanuel)

Comemoração

Bibi Ferreira.

Prestes a completar 94 anos, a veterana Bibi Ferreira apresenta repertório interpretado por Frank Sinatra em evento que faz parte das comemorações de 75 anos de sua carreira. Acompanhada por orquestra, toca canções que se tornaram sucesso na voz do cantor, a exemplo de “Night And Day”, “Fly Me to The Moon” e “Dindi”.

Serviço: Renaissance, Al. Santos, 2.233, Cerqueira César , tel. 3069-2286. Sexta (22), às 22h. Ingressos: R$ 140 e R$ 70 (meia).

Centenário

Uma das bandas mais antigas do país, em 2016, o grupo completa 135 anos, a Corporação Musical Operária da Lapa toca dobrados, marchas e valsas dos tempos de sua fundação. “Dois Corações”, “Silvino Rodrigues” e “Saudades de Pádua” ganham novas roupagens com os instrumentos de cordas dos músicos convidados.

Serviço: Sesc Pompeia, R. Clélia, 93, Água Branca, tel. 3871-7700. Quinta (21), às 18h e domingo (1/5), às 18h. Entrada franca.

Intervenção urbana

Cia. Artehúmus de Teatro estreia Neverland ou As (In)existentes Faixas de Gaza.

A Cia. Artehúmus de Teatro estreia Neverland ou As (In)existentes Faixas de Gaza hoje 21 de abril. O palco escolhido para a performance teatral é a Rua Augusta, a via mais plural da capital paulista. Para acompanhar integralmente o espetáculo é preciso reservar para receber o “kit viagem rumo a Neverland”. Arrastando sobre a Rua Augusta uma grinalda de dez metros, a Noiva caminha pateticamente rumo à Neverland em busca da felicidade. No caminho ela se encontra com figuras que agem em descompasso com a cidade: criaturas que vivenciam suas faixas de Gazas pessoais e em cisão com a realidade da rua. Realidade e ficção?. Simultaneamente, os atores-performers de Neverland (Daniel Ortega, Solange Moreno,Cristiano Sales, Natália Guimarães, Santiago Sabella e Dai Rodrigues, além do coro de acorrentados) ocupam os espaços com suas figuras e performances.

Serviço: Rua Augusta x Peixoto Gomide (início), Cerqueira César, tel. 94126.7714. Quintas e sextas, às 19h30. Entrada franca. Até 13/5.

Choro

Na semana do Dia Nacional do Choro,celebrado no dia 23,o saxofonista Nailor Proveta e seu grupo homenageiam o compositor K-Ximbinho. O conjunto revisita as obras do arranjador, a exemplo de “Sempre”, “Meiguice” e “Catita”.

Serviço: azz B, R. General Jardim, 43, Vila Buarque, tel. 3257-4290. Quinta (21), às 21h e 22h30. Ingresso: R$ 35.