81 views 8 mins

Lazer e Cultura 18 a 20/06/2016

em Lazer e Cultura
sexta-feira, 17 de junho de 2016

Dança

Les Poupées

O ponto de partida de Les Poupées é o trabalho fotográfico surrealista do alemão Hans Bellmer, que pesquisa o que chamou de “inconsciente físico” ao fotografar as suas bonecas, as quais montava, desmontava e remontava

Bellmer foi influenciado pelos contos de E.T.A. Hoffman, em especial O Homem de Areia, pelos movimentos dadaísta e surrealista e pelos experimentos psicanalíticos realizados no início do século XX, por Charcot e Freud com pacientes histéricas. O espetáculo explora categorias – a indistinção entre o dentro e o fora, o morto e o vivo, o homem e a mulher, a figura e o fundo (conceitos do escritor George Bataille). O solo traz questões como a fragmentação do corpo, a dissolução dos limites entre o corpo e o seu entorno, como também o borramento das fronteiras entre as categorias masculina e feminina, para refletir sobre a condição de multiplicidade do sujeito na contemporaneidade. O espetáculo faz parte da Ocupação Marta Soares.

Serviço: Oficina Cultural Oswald de Andrade, R. Três Rios, 363, Bom Retiro, tel. 3222-2662. Quintas, sextas, e sábados às 20h. Entrada franca.

REFLEXÃO

APRESENTAÇÕES: Em se vendo objeto de apresentação, não deve enunciar seus títulos e lances autobiográficos, mas se você apresenta alguém, é justo lhe decline o valor sem afetação. Diante de algum apontamento desairoso para com os ausentes, recorde o impositivo do respeito e da generosidade para com eles. Nunca impossível descobrir algo de bom em alguém ou em alguma situação para o comentário construtivo. Qualquer criatura que se mostre necessitada de pedir-lhe um favor, é um teste para a sua capacidade de entendimento e para os seus dotes de educação. Um mendigo é um companheiro no caminho a quem talvez amanhã tenhamos de solicitar apoio fraterno. A criança desprotegida que encontramos na rua não é motivo para revolta ou exasperação, e sim um apelo para que trabalhemos com mais amor pela edificação de um mundo melhor. Não adianta reprimenda para o irmão embriagado, de vez que ele, por si mesmo, já se sabe doente e menos feliz. Toda vez que você destaque o mal, mesmo inconscientemente, está procurando arrasar o bem. Não critique, auxilie. Para qualquer espécie de sofrimento é possível dar migalha de alívio ou de amparo, ainda quando semelhante migalha não passe do sorriso de simpatia e compreensão. Livro Sinal Verde. F.C. Xavier.

Diferenças

Fabio Rhoden e Lidi Lisboa.

A peça “As Loucuras que as Mulheres Fazem” conta a história de Luiza e Fábio, um jovem casal em crise conjugal. Sem filhos e com carreiras independentes e diversas (ela professora de faculdade, ele analista de sistemas), decidem viver separados para que ambos entendam os motivos que os fizeram tomar esta decisão repentina. Assim como Romeu e Julieta, um dos mais famosos casais da literatura, Luiza e Fabio, acreditaram que o amor era capaz de mover montanhas, sobreviver diferenças e passar pelas adversidades. No auge da paixão essas sensações são comuns a todos os amantes. Mas esse poderoso sentimento não é suficiente para garantir casamentos bem sucedidos e duradouros. Com o tempo a rotina revela divergências que vem a tona e que nem sempre o casal está disposto a lidar com os resultados que podem ser catastróficos. Com Fabio Rhoden e Lidi Lisboa.

Serviço: Teatro Aspro, R. Joaquim Dias de Oliveira, 22, Bairro dos Remédios, tel. 3602-8810. Sextas e sábados às 21h e aos domingos, às 19h. Ingresso: R$ 60. Até 26/06.

Talentos

A história da comédia “Procura-se uma Estrela” se desenrola na cidade de São Paulo, durante o processo de montagem de um grande musical destinado a ser apresentado na Broadway. Artistas brasileiros e a cultura local são alvos do interesse de produtores e investidores americanos. Ocorre, porém, um equívoco técnico na forma de divulgação e, nas audições, há um desenrolar dos tipos mais inesperados, das mais variadas vertentes, a maioria interessados em tornarem-se celebridades. Em meio a um divertido caos, entretanto, destacam-se alguns verdadeiros talentos artísticos. Com Alex Mazzanti, Edson Sócio, Elson Junior, Fran Pacheco, Juliana Miguita, Nando Angelini, Patrícia Aguiar, Pérsio Ribeiro, Rejane Alves, Ricardo Mondenezzi e Tamara Pinheiro.

Teatro Omni Corinthians, R. São Jorge, 777, dentro do Clube Corinthians, Tatuapé, tel. 2095-3000 R: 3175. Domingos às 19h. Ingresso: R$ 30. Até 03/07.

Espetáculo de dança

Cena do espetáculo de dança “Marcela Banguela”, de Natália Mendonça.

“Marcela Banguela” é um trabalho sobre a relação entre criador e criatura. Como a criação revela estratégias de sobrevivência, e escancara um desespero pela comunicação, ao mesmo tempo que cai aos pedaços, despede-se e ainda permanece no criador. Com Natália Mendonça.

Serviço: Oficina Cultural Oswald de Andrade, R. Três Rios, 363, Bom Retiro. Segundas, terças e quartas às 20h. Entrada franca. Até 22/06.

Paraíso

O espetáculo “Eden”, da Cia. de Teatro Bola de Neve conta a história do jardim mais famoso que a humanidade já viu, o jardim do Éden. Uma comédia com 60 minutos de duração e inserções de canto e dança. São 16 atores em cena dando vida à Adão e Eva e aos animais falantes do jardim. Tudo era perfeito até o momento em que Eva encontrou a Serpente. O que virá depois disso é confusão e cenas nunca vistas antes no Paraíso. A história é contada em linguagem acessível e conduzida de forma lúdica, para que as crianças e adolescentes tenham fácil compreensão dos acontecimentos. Os figurinos coloridos e a iluminação compõem a mágica de viver no lugar mais perfeito da Terra. Com, Alexandre Paro, Caio Almeida, Cibele Lima Leão, Edimara Barros, Erlane Souza, Gerlane Ribeiro, Janaina Leodoro, Jussara Moreira, Liliane Zimermann, Lucas Arruda, Luiz Henrique, Maira Almeida, Marcos Roberto, Milton Junior, Ricardo Coelho, Tânia Leite.

Serviço: Teatro Augusta, R. Augusta, 943, Cerqueira César, tel. 3151-4141. Sábados e domingos às 15h. Ingresso: R$ 40. Até 31/07.