Lazer e Cultura 10/06/2016

Comédia

Clássicos do repertório do grupo “Os Melhores do Mundo” são apresentados na comédia Notícias Populares, Edição Extra

Com a participação de vários convidados, estarão em cena. O humor do grupo busca inspiração na observação do cotidiano. Fatos corriqueiros, histórias dramáticas, personalidades, entretenimento, política e tudo mais que couber num palco-jornal, que retrata com humor o nosso mundo atual, em que a notícia nos persegue 24 horas por dia, incansavelmente. Com Jovane Nunes, Ricardo Pipo, Rodrigo Fagundes e Welder Rodrigues. Participação em Vídeo: Adriana Nunes.

Serviço: Teatro das Artes (Shopping Eldorado), Av. Rebouças, 3970, Pinheiros, tel. 3034-0075. Sextas, às 21h30; sábados às 21h e domingos às 20h. Ingressos: R$ 80 e R$ 90. Até 31/07.

REFLEXÃO

UMA SÓ LUZ: Ninguém nega que provações amargam, que lutas complicam, que desentendimentos dificultam, que ofensas ferem. Ninguém nega isto. Entretanto, é imperioso considerar tudo isso na condição real com que se apresenta na escola da vida, isto é, por material didático imprescindível na elucidação e no aperfeiçoamento da alma. Rememora, a título de estudo, os últimos dez anos de existência, sobre os quais te eriges fisicamente agora. Examina a transitoriedade de todas as ocorrências que te entretecem a paisagem exterior. Enumera os obstáculos que atravessaste, muitos dos quais se te figuravam montanhas de aflição, e que hoje se te transformaram em experiências benditas. Recorda os companheiros que se distanciaram de ti ou dos quais te distanciaste, cuja ausência, antes da separação, te parecia insuportável e que atualmente resguardas na memória por benfeitores a que te reúnes, em espírito, dentro de mais altas dimensões de harmonia e entendimento. Conta os problemas de família que te agrediam antigamente, à feição de pesadelos, presentemente convertidos em vantagens e bênçãos, no caminho da própria vida. Anota o número de pessoas que, em outras ocasiões, interpretavas por adversários potenciais e que o tempo transfigurou em refúgios de paz e compreensão em teu benefício. E pondera quanto aos amigos que acreditavas detentores de longa existência, no corpo terrestre, e que, com surpresa, viste partir, no rumo da Espiritualidade Maior, antes de ti. Revisa tudo o que enxergaste, ouviste, acompanhaste e empreendeste, em apenas dois lustros de permanência na Terra, e verificarás que uma só luz persiste, acima de todos os fenômenos e acontecimentos do dia-a-dia, ¾ a luz do amor que colocaste no dever retamente cumprido, perante as criaturas e ideais a que empenhaste o coração com o trabalho no bem dos outros, luz que permanece inapagável em nós e por nós, a iluminar-nos a estrada para a felicidade verdadeira, hoje e sempre. (De: “Mãos Unidas”, de Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel).

Batalha

Clarisse Abujamra: atriz e diretora do espetáculo.
  • Save

Cenas de uma Execução é o embate entre a arte, o poder, a crítica e o amor. Baseado em fatos reais, através da vida da pintora Galactia, se desenrola este texto cheio de ironia, humor e conflito. Ela deve pintar a sangrenta Batalha de Lepanto, mas desafia o poder colocando na tela não a vitória, mas a tragédia que causou. Galactia se recusa a colocar em sua tela de 300 metros quadrados a ser exposta na Piazza San Marco, com as cores da vitória, e coloca na tela a real imagem da guerra. Perde seu amor, o também pintor, Carpeta. Desafia a igreja, os críticos e consegue enfim, ver sua tela exposta. Com Fernando Rocha, Oswaldo Mendes, Malu Bierrenbach, Roberto Ascar, Fabio Acorsi e outros.

Serviço: R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista, tel. 3288-0136. Segundas, sábados e domingos às 19h30. Ingresso: R4 50. Até 27/06.

Violência

Drama musical do autor alemão Peter Weiss, o espetáculo Marat, Sade (A Perseguição e Assassinato de Jean-Paul Marat), apresenta a encenação da perseguição e assassinato do revolucionário Jean Paul Marat, realizada pelos internos do hospício de Charenton, em 1808. A obra retrata um episódio da revolução francesa em um dos ambientes mais segregadores e violentos. Fala das conquistas das liberdades individuais, mas o que se vê escancaradamente são camisas de força e agressões físicas desmedidas. Sob o pretexto de contar um fato histórico, termina por trazer à tona questionamentos não só da realidade de 1808, mas de qualquer tempo, revelando a fragilidade de uma História cíclica que, repete as suas mazelas e opressões. Com Alex Viana, Ãngela Calderazzo, Babi Summo, Bruno Vilaz, Dana Trevizan, Elvis Zemenoi, Fabiana Braun, Fernanda Tessitore, Francisco Cruz, Júlia Gama, Juliana Tahamtani, Mariva Lima, Patrícia Rocha, Paulo Ribeiro, Rafa Anastácio, Raquel Terribile, Reinaldo Rodriguez, Ricardo Maranhão, Rogério Pérez, Saulo Ciasca, Vanusa Costa, Vitor Colli e Wagner Ferraz.

Serviço: Teatro Commune, R. da Consolação, 1.218, Consolação, tel: 3476-0792. De terça a quinta às 21h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia). Até 22/06.

Legado

Divulgação
  • Save

“A história de Brasil: o Futuro que Nunca Chega” – Princesa Isabel se passa no dia da assinatura da Lei Áurea, em 1888, quando a Princesa Isabel, seu marido Conde d’Eu, José e sua mãe (escrava alforriada, já falecida) discutem a escravidão no país, antevendo seu legado para a sociedade brasileira. Apesar da ação se passar em 1888, sua concepção cênica remete aos dias de hoje. Elementos de ordem simbólica percorrem a encenação, apontando a ancestralidade africana como o principal foco de resistência à opressão sofrida pelo povo negro durante o período da escravidão. Com Gabriela Flores, Rogério Brito, Helio Cicero e Janette Santiago. Participação especial: Fernando Trauer e Carla Laiene.

Serviço: Sesc Consolação, R. Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, tel. 3234-3000. Quintas e sábados às 21h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia). Até 09/07.

Grupo XIX de Teatro apresenta 3 peças

A partir de 28 de maio, sábado, o Grupo XIX de Teatro apresenta mostra de repertório com os espetáculo Teorema 21 (a mais recente montagem), Hygiene e Hysteria, que completa 15 anos. A história de Histeria passa no final do século 19, nas dependências de um hospício feminino. Cinco personagens internadas como histéricas revelam seus desvios. Teorema 21, gira em torno de uma família que retorna ao seu antigo lar. Ao buscar novas possibilidades de existência nesse ambiente antigo, recriam as suas relações e experimentam novas formas de contato. Com Bruna Betito, Emilene Gutierrez, Janaina Leite, Juliana Sanches, Paulo Celestino, Rodolfo Amorim e Ronaldo Serruya. Já Hygiene, encenada à luz do dia, nos prédios históricos da Vila Operária Maria Zélia, é baseada em uma pesquisa sobre o processo de higienização urbana no Brasil do final do século 19, onde um grande contingente de culturas e ideias dividem o mesmo teto, o cortiço. No elenco de Teorema 21 e Hygiene: Janaina Leite, Juliana Sanches, Paulo Celestino, Rodolfo Amorim, Ronaldo Serruya e Tatiana Caltabiano.

Serviço:Vila Maria Zélia, R. Mário Costa 13, Belém, tel. 2081-4647. Teorema 21, sábados e domingos às 16h. Hygiene, sábados às 13h30 e Hysteria, dominsgos às 13h30. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia). Até 03/07.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap