165 views 10 mins

Lazer e Cultura 05/04/2016

em Lazer e Cultura
segunda-feira, 04 de abril de 2016

Pequena tragédia

Cena de Holoclownsto.

 

 

 

Contemplada com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz, a Cia. carioca Troupp Pas D’argent estreia no dia 9 de abril o espetáculo Holoclownsto

A peça conta a história de seis clowns prisioneiros que se conhecem no último vagão de um trem rumo ao desconhecido, durante uma guerra. Nesse caminho, a tolice e a doçura desses artistas transformam o horror da guerra numa poética, bem humorada e sensível jornada até a alma do ser humano em sua condição de palhaço e vice-versa. Combinando a inocência patética de um clown com o horror de uma Guerra, Holoclownsto é o pano de fundo dos conflitos internos do ser humano. Pão Doce, Bimbinco, Bangué, Nill, Chapelím e Matraca, os clowns, brincam com suas próprias mazelas, provocando o riso por sua estupidez e por estarem dentro de uma pequena ‘tragédia’, onde espelham o próprio público e emocionam por sua incapacidade diante da guerra. Buscam a paz interior e lutam por sua sobrevivência dentro do trem, mas, acabam por criar um caos irreversível e com isso, o vagão se torna um campo de batalha, no qual ninguém sabe onde vai dar ou a quem pedir socorro, refletindo assim, a própria vida. Com Carolina Garcês, Lilian Meirelles, Marcela Rodrigues, Natalie Rodrigues, Orlando Caldeira e Zoatha Davi.

Serviço: Teatro Jaraguá, R. Martins Fontes, 71, Centro, tel. 3255 4380. Sábados às 21h e domingos às 19h. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Até 01/05.

REFLEXÃO

AFIRMAÇÃO e AÇÃO

“Disse-lhes Jesus: A minha comida é fazer eu a vontade daquele que me enviou, e cumprir a sua obra.” – (JOÃO, 4:34.) “Aqui e ali, encontramos crentes do Evangelho invariavelmente prontos a alegar a boa intenção de satisfazer os ditames celestiais. Entregam-se alguns à ociosidade e ao desânimo e, com manifesto desrespeito às sagradas noções da fé, asseguram ao amigo ou ao vizinho que vivem atendendo às determinações do Todo-Poderoso. Não são poucos os que não prevêem, nem providenciam a tempo e, quando tudo desaba, quando as forças inferiores triunfam, eis que, em lágrimas, declaram que foram obedecidas as ordens do Altíssimo. No que condiz, porém, com a atuação do Pai, urge reconhecer que, se há manifestação de sua vontade, há, simultaneamente, objetivo e finalidade que lhe são conseqüentes. Programa elevado, sem concretização, é projeto morto. Deus não expressaria propósitos a esmo. Em razão disso, afirmou Jesus que vinha ao mundo fazer a vontade do Pai e cumprir-lhe a obra. Segundo observamos, não se reportava somente ao desejo paternal, mas igualmente à execução que lhe dizia respeito. Não é razoável permanecer o homem em referências infindáveis aos desígnios do Alto, quando não cogita de materializar a própria tarefa. O Pai, naturalmente, guarda planos indevassáveis acerca de cada filho. É imprescindível, no entanto, que a criatura coopere na objetivação dos propósitos divinos em si própria, compreendendo que se trata de lamentável abuso muita alusão à vontade de Deus quando vivemos distraídos do trabalho que nos compete.”

Comédia

Criss Paiva e Davi Mansour mostram os dois lados de uma discussão de casal.

Na comédia Humor a Primeira Vista Criss Paiva e Davi Mansour formam um casal quase comum. Os dois convivem, sentem ciúmes, visitam as sogras, fazem compra do mês, juras de amor e brigam como todo par romântico. A diferença é que eles resolveram contar tudo isso no palco! Juntos, os dois comediantes mostram o lado bom e engraçado de um relacionamento amoroso. E também as chateações do sexo oposto… A visão feminina e a visão masculina sobre cada situação vivida e o olhar de um sobre o outro. Tudo, é claro, com muito bom humor.

Serviço: Teatro Santo Agostinho, R.Apeninos, 118, Liberdade, tel. 3209-4858. Sextas às 23h. Ingresso: R4 40. Até 27/05.

BANDAS CARNAVALESCA

Cantoras do Rádio no Carnaval comemoram uma era importante do Carnaval e as divas do rádio, como Carmem Miranda, Aracy de Almeida, Aurora Miranda, Dalva de Oliveira, Dolores Duran, Elizeth Cardoso, Linda e Dircinha Baptista, Isaura Garcia, Carminha Mascarenhas, Violeta Cavalcante. No repertório estão canções como Jura, Tic Tac do Meu Coração, As Pastorinhas, Jardineira, Bandeira Branca, Abre Alas, Periquito Verde, Taí e Máscara Negra. Em show inédito, a Banda Estralo (dias 7 e 9) traz um repertório que parte da pesquisa da banda sobre música brasileira dos anos 20, 30 e 40 e é dedicado à Carmem Miranda com ênfase em suas marchinhas. Taí, Mamãe Eu Quero, Alô-Alô, Bamboo-Bamboo e Tic-Tac do meu Coração estão entre os sucessos que a banda tocará. Os figurinos também se baseiam na performance da artista que levou o nome do Brasil para fora. A banda também vai apresentar músicas de Jorge Ben Jor, Milton Nascimento e Marisa Monte.

Serviço: Sesc Santo Amaro, R. Amador Bueno, 505, Santo Amaro, tel. 5541-4000. Domingo (07) e terça (09) às 17h e sexta (05) às 19h. Entrada franca.

O perigo

Dia 9 de abril estreia o espetáculo infantil O Inimigo. Inspirado no livro homônimo de Davide Cali, essa é uma daquelas histórias simples e profundas, que nos fazem enxergar além das aparências. Em meio a uma guerra, em algum lugar que poderia ser um deserto, há dois buracos. Nos buracos, dois soldados. Eles são inimigos. Sem poderem sair do lugar, eles são obrigados a conviver com o perigo, que está ao lado. Para dar vida à esses personagens, a encenação optou por apresentá-los com um tom cômico e patético, enaltecendo a situação e promovendo uma reflexão sobre as razões e consequências de uma guerra. Com, Leandro Ivo e Thiago Ubaldo.

Serviço: Centro Cultural São Paulo, R. Vergueiro, 1000, Paraíso. Sábados e domingos às 16h. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Até 22/05.

Reestreia

O drama do canadense Daniel MacIvor, In on It, volta em curta temporada. Sob a direção de Enrique Diaz, a montagem traz uma narrativa em três planos, o presente, o passado e a ficção, no caso, uma peça. Emílio de Mello e Fernando Eiras se revezam em dez personagens. Primeiro, eles são dois homens discutindo como levar um texto ao palco. A seguir, vem o espetáculo, sobre separação e morte. O ciclo se fecha com a exposição das questões pessoais da dupla, que reconstitui uma relação amorosa.

Serviço: Teatro Jaraguá, R. Martins Fontes, 71, Centro, tel. 3255-4380.Quartas e quintas às 21h Ingresso: R4 60. Até 26/05.

MPB

A cantora Miucha celebra seus quarenta anos de carreira como show Todas as Mídias. Nesta apresentação, ela compartilha causos passados ao lado de Vinicius de Moraes, João Gilberto, Chico Buarque e Tom Jobim. Ela aproveita para comemorar o relançamento de seus discos. Cristóvão Bastos (piano), Jamil Johanes (baixo) e Ricardo Costa (bateria) acompanham a cantora.

Serviço: Sesc Pompeia, R. Clélia, 93, Água Branca, tel. 3871-7700. Sábado (10) às 21h e domingo (11) às 19h. Ingresso: R$ 40.