Geral 24/06/2016

Campanha quer trégua olímpica e pede 100 dias de paz para o Rio

Os jogos são uma oportunidade de convivência pacífica entre religiões, povos e culturas.
  • Save

No Dia Internacional Olímpico, uma campanha lançada pela Arquidiocese do Rio de Janeiro tenta resgatar a trégua olímpica, uma tradição da Grécia Antiga que interrompia todos os conflitos e guerras durante a realização dos jogos olímpicos

A Pastoral do Esporte promoveu ontem (23) a ‘Conferência Internacional 100 Dias de Paz’, que contou com representantes dos comitês olímpico e paralímpico do Brasil, do Comitê Rio 2016 e dos governos estadual e municipal.
O arcebispo do Rio de Janeiro, cardeal Orani Tempesta, defendeu que os jogos são uma oportunidade de convivência pacífica entre religiões, povos e culturas e pediu que o espírito da trégua olímpica seja resgatado. “Temos saudades disso”, disse ele, destacando que a humanidade enfrenta atualmente o desafio da convivência sem violência verbal ou física. O presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons, lembrou que faltam menos de 50 dias para os jogos e disse que a competição paralímpica especialmente é um convite para se repensar as diferenças entre as pessoas. “A Paralimpíada é um instrumento de transformação da percepção da sociedade em relação à pessoa com deficiência”.
A conferência também vai discutir o legado social dos jogos e propôs, em uma carta de intenções, o comprometimento dos participantes com os princípios do fair-play (que significa jogar limpo, ter espírito esportivo), da não discriminação, da sustentabilidade, da excelência do esporte para todos e da esperança. O Dia Internacional Olímpico foi comemorado ontem (23), por marcar o dia da criação do Comitê Olímpico Internacional, há 122 anos.
No início desta semana, um grupo de criminosos fortemente armados invadiu a principal Emergência do Rio de Janeiro, do Hospital Municipal Souza Aguiar, para resgatar um traficante que estava internado sob custódia da polícia. Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas no ataque. Durante as buscas ao fugitivo na zona oeste do Rio, cinco pessoa morreram ontem (22). Segundo a polícia, houve confronto entre os policiais e traficantes da favela do Rola, dominada pela mesma facção do foragido.
No último domingo, uma atleta paralímpica australiana foi assaltada na zona sul da cidade e teve sua bicicleta roubada. Após o episódio, o Comitê Paralímpico Australiano emitiu uma nota em que recomenda que seus atletas tenham cuidado elevado enquanto permanecerem no Rio de Janeiro.

Corregedor Nacional de Justiça amplia teletrabalho para cartórios

Divulgação
  • Save

Os funcionários das serventias extrajudiciais (cartórios) de todo o país podem agora trabalhar remotamente, utilizando das tecnologias da informação para executar suas atividades. A autorização do chamado teletrabalho nos cartórios foi dada pela Corregedoria Nacional de Justiça, no Provimento 55, de 21 de junho de 2016, e é válida para as atividades de notários, tabeliães, oficiais de registro ou registradores.
No Provimento, a corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, lembrou que a regulamentação do teletrabalho no âmbito do Poder Judiciário foi aprovada pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na sessão do último dia 14, sendo necessária, portanto, a uniformização sobre essa modalidade de trabalho também nas serventias extrajudiciais.
Segundo a Resolução 227/2016 do CNJ, compete aos titulares dos cartórios indicar as atividades e os servidores que atuarão no regime de teletrabalho. O serviço remoto é vedado àqueles que estejam em estágio probatório, tenham subordinados, ocupem cargo de direção ou chefia, entre outros. Cabe ao próprio servidor providenciar e manter estruturas física e tecnológica necessárias para realização do trabalho.
O objetivo do Poder Judiciário com a adoção do teletrabalho é aumentar a produtividade e a qualidade do trabalho dos servidores, motivá-los, reduzir tempo e custo de deslocamento até o local de trabalho, contribuir para melhoria de programas socioambientais e promover a cultura voltada para resultados, com foco na eficiência e efetividade dos serviços prestados à sociedade (CNJ).

Acordo histórico de cessar-fogo

Em cerimônia em Havana, o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, e o líder do grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias das Colômbia (Farc) Rodrigo Londono, assinaram um acordo de cessar-fogo bilateral definitivo, abrindo caminho para um tratado de paz que dê fim ao conflito que já dura mais de meio século. Em comunicado, autoridades de Bogotá disseram se tratar de “um momento hitórico” para o país.
Trata-se do acordo mais sólido já alcançado entre as partes, fator que dá um impulso adicional às negociações de paz que ocorrem em Havana desde 2012. É a primeira vez desde meados da década de 1980 que ambas as partes concordam em uma trégua bilateral. A etapa do cessar-fogo bilateral definitivo prevê também o cumprimento de um cronograma para deposição de armas e garantias de segurança para os ex-combatentes das Farc. Com o acordo, mais de 7 mil combatentes rebeldes devem entregar seus armamentos. Participaram do ato o secretário-geral da ONU, Ban-ki Moon, assim como os presidentes de Cuba, Raúl Castro, Chile, Michelle Bachelet, e Venezuela, Nicolás Maduro (ANSA).

Chocolate com menos gordura

Um chocolate “light”, com 20% menos de gordura, foi desenvolvido de forma acidental por estudiosos da Universidade de Temple, na Filadélfia, Estados Unidos, com a ajuda de campos elétricos. O resultado foi atingido quando o alimento recebeu, ainda em seu estado líquido, os efeitos de um campo elétrico. Além de diminuir a quantidade de gordura, os cientistas ainda afirmam que o chocolate ficou mais saboroso.
Resultado foi atingido casualmente, quando os especialistas pesquisavam formas de reduzir a viscosidade do alimento, para que não entupisse as máquinas nas fábricas de chocolate. “O chocolate é um dos alimentos mais apreciados no mundo, mas infelizmente contém uma grande quantidade de gordura que aumenta o risco de obesidade”, declararam os pesquisadores (ANSA).

Maduro concorda em retomar diálogo com os EUA

Maduro concorda em retomar agenda bilateral com os EUA.
  • Save

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, entrou em acordo com o diplomata Thomas Shannon, subsecretário de Estado norte-americano para Assuntos Políticos, para retomar a agenda bilateral com os Estados Unidos. “Ratifiquei, em uma longa conversa, nosso interesse de que, mais cedo do que tarde, possamos construir uma agenda de respeito” entre Washington e Caracas. Os países estão se embaixadores nas duas nações desde 2010.
Maduro e Shannon mantiveram uma reunião privada de quase duas horas no Palácio de Miraflores, sede do Poder venezuelano, em Caracas. O líder venezuelano admitiu que “não é fácil, por conta das diferenças que sempre existiram” e disse torcer para que Barack Obama “retifique a postura que teve neste oito anos [de mandato] contra a Revolução Bolivariana”. O encontro acontece uma semana após o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, dizer que queria dialogar com o governo de Caracas para aliviar as tensões bilaterais. Shannon também se reuniu com líderes opositores, que tentam tirar Maduro do Poder, entre eles o ex-candidato à Presidência, Henrique Capriles.
Venezuela e Estados Unidos tem uma relação tensa desde o final dos anos 1990, quando Hugo Chávez assumiu o Poder. Segundo os chavistas, os “imperialistas” norte-americanos tentam “desestabilizar” a política interna do país. Em março do ano passado, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, classificou a Venezuela como uma ameaça para a segurança nacional norte-americana e anunciou sanções contra sete funcionários venezuelanos que Washington acreditava ter violado direitos humanos. Este ano, as medidas foram renovadas (ANSA).

Primeira prefeita mulher de Roma tomou posse

A advogada Virginia Raggi, de 37 anos, tomou posse ontem (23) como a primeira mulher prefeita na história de Roma, em uma cerimônia no Campidoglio, sede da administração local. Em um breve pronunciamento, a nova estrela da política italiana prometeu anunciar seu gabinete no dia 7 de julho, quando os conselheiros municipais (vereadores) se reunirão pela primeira vez.
Antes da posse, já ostentando a faixa tricolor usada pelos prefeitos, Raggi teve seus primeiros compromissos oficiais. Ela depositou uma coroa de flores no Altar da Pátria, monumento que homenageia a República da Itália, e fez uma caminhada pela cidade, eventos que normalmente fazem parte da agenda do chefe municipal em seu primeiro dia no cargo.
Raggi também deve pedir uma audiência com o papa Francisco, chefe de Estado do Vaticano, e com o presidente da Itália, Sergio Mattarella, como é de praxe entre os prefeitos recém-eleitos em Roma. A advogada pertence ao Movimento 5 Estrelas (M5S), partido antissistema e populista que se fortaleceu com um discurso contrário à política tradicional (ANSA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap