Geral 07 a 09/01/2017

Em missa da Epifania, Papa condena ‘culto ao poder’

Papa Francisco durante missa da Epifania.
  • Save

Celebrando a missa da Epifania, quando a Igreja Católica celebra a visita dos Reis Magos ao menino Jesus, o papa Francisco criticou o culto ao poder que existe no mundo

“Os magos vieram do Oriente para adorar e foram ao lugar próprio de um rei: o palácio. É próprio de um rei nascer em um palácio e ter sua corte e seus súditos. É sinal de poder, de sucesso, de ápice. E se pode acreditar que um rei seja venerado, temido e adulado, sim, mas não necessariamente amado”, afirmou o Pontífice no início da homilia de sexta-feira (6).
Continuando seu raciocínio, Jorge Mario Bergoglio destacou que “esses são os esquemas mundanos, os pequenos ídolos para os quais prestamos culto”. “O culto do poder, da aparência e da superioridade. Ídolos que prometem apenas tristeza, escravidão, medo”, acrescentou. Segundo o líder católico, as pessoas assim como ocorreu com os magos, devem perceber que Deus não está nos palácios, mas nas periferias. “Descobrir que quem buscavam não estava no palácio, mas estava em outro lugar, não apenas geográfico, mas existencial. Ali, não viram a estrela que os conduzia a descobrir um Deus que quer ser amado. E isso só é possível com o sinal da liberdade e não da tirania. Descobrir que o olhar desse Deus desconhecido, mas desejado, não humilha, não escraviza e não aprisiona”, destacou.
Para o Papa, Deus quis nascer “onde ninguém esperava ou até onde nós não queríamos” para mostrar que ‘sua força e seu poder se chamam misericórdia’. “Herodes não pode adorar porque não quis e porque não quis mudar sua visão, já que acreditava que tudo começava e terminava com ele mesmo. Nem os sacerdotes puderam adorar porque sabiam muito, conheciam as profecias, mas não estavam dispostos a caminhar nem a mudar”, disse ainda. Com sua criatividade e inovação na língua italiana, o sucessor de Bento XVI criou uma nova palavra para explicar a busca dos fiéis por Deus: “nostalgioso”.
“O crente ‘nostalgioso’, movido por sua fé, busca Deus como os magos, nos lugares mais escondidos da história porque sabe em seu coração que Deus o espera ali. Vai na periferia, nas fronteiras, nos lugares não evangelizados para poder encontrar-se sempre com o Senhor. E não o faz com um ar de superioridade. O faz como um pedinte que não pode ignorar que a Boa Nova ainda é uma terra a ser explorada”, afirmou ainda (ANSA).

Mortes de presos em Roraima foi “acerto de contas” do PCC

Mortes temporario
  • Save

O ministro da Justiça, Alexandre Moraes, disse na sexta-feira (6) que as mortes de pelo menos 33 presos da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), na zona Rural de Boa Vista (RR), foram resultado de um acerto de contas entre integrantes da mesma facção, o PCC (Primeiro Comando da Capital). Moraes negou que as mortes sejam “uma retaliação” do PCC a outra facção, a Família do Norte (FDN), após chacina em presídio de Manaus com a morte de 56 presos.
As duas organizações criminosas disputam o controle do tráfico de drogas e o interior das unidades prisionais do Amazonas. “Segundo dados que me foram passados, desde as últimas rebeliões [no presídio de Roraima] houve a separação das facções nesse presídio. Todos [os mortos naquele presídio] eram ligados à mesma facção, que é o PCC. Dos 33 mortos, três eram estupradores e os demais eram rivais internos que haviam traído os demais. Então, na linguagem popular, trata-se de um acerto de contas interno”, disse o ministro, ao ressaltar o caso é grave.
Diante do ocorrido, Moraes foi à Roraima para se reunir com a governadora do estado, Suely Campos. Ele negou que a situação do presídio do estado tenha saído do controle, mas admitiu se tratar de uma ‘situação difícil’. “Roraima já teve problemas no segundo semestre do ano passado, com 18 mortes em consequência de rebeliões. [No que se refere] à questão de termos rebeliões ou mortes, talvez tenha sido um grande erro cuidar apenas do problema”, disse.
Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima, o tumulto na unidade começou durante a madrugada. Policiais da Polícia Militar entraram no presídio no começo da manhã e a situa­ção já está sob controle. As autoridades estaduais ainda não divulgaram detalhes sobre o ocorrido. De acordo com a imprensa local, presos podem ter sido decapitados. As mortes em Roraima ocorrem na mesma semana em que 60 presos foram assassinados em estabelecimentos prisionais do Amazonas (ABr).

Mais de 735 mil meninos serão vacinados contra o HPV

O Ministério da Saúde espera vacinar 700.276 meninos, entre 12 e 13 anos de idade, e 35.522 jovens que vivem com HIV/Aids, contra o HPV (vírus que causa câncer) em todo o estado de São Paulo. Segundo o ministério, os postos de vacinação do SUS já receberam as vacinas, que visam reduzir a propagação do vírus no país. Em São Paulo, a vacinação já foi iniciada
Em todo o Brasil, mais de 3,6 milhões de meninos e 99.500 crianças e jovens de 9 a 26 anos de idade que vivem com HIV/Aids deverão ser vacinados este ano. Para isso, o ministério adquiriu seis milhões de doses, que custaram R$ 288,4 milhões. A vacina consiste em duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. Para os que vivem com o HIV, o esquema vacinal é de três doses, com intervalo de dois e seis meses e é necessário apresentar a prescrição médica.
A vacina disponibilizada para os meninos é quadrivalente e confere proteção contra quatro subtipos do vírus HPV (6, 11, 16 e 18) e tem 98% de eficácia para quem segue corretamente o esquema vacinal. A expectativa do ministério é que a faixa etária seja ampliada, gradativamente, até 2020, quando deverão ser incluídos também meninos com 9 anos de idade. Até o ano passado, a imunização era feita apenas em meninas (ABr).

Teste de vacina contra câncer de mama tem resultado positivo

Testes de vacina contra o câncer de mama se mostram positivos.
  • Save

Uma vacina que tem como objetivo ajudar o sistema imunológico a reconhecer e a combater um dos genes associados à progressão e ao mau desenvolvimento do câncer de mama resultou positiva, segura e eficaz.
Pesquisadores do hospital Moffitt Cancer Center, nos Estados Unidos, estão desenvolvendo uma vacina que estimula o sistema imunológico a atacar a proteína HER2, gene que se expressa entre 25% e 30% dos cânceres de mama, nas células afetadas pelo câncer.
Segundo a revista científica “Clinical Cancer Research, no qual o estudo foi publicado, em 13 das 54 mulheres que realizaram o teste com a droga, ela conseguiu com que a doença regressasse antes do seu estágio inicial, um grande passo para a imunoterapia. Nas 13 pacientes, a vacina teve uma resposta completa, ou seja, o câncer não foi mais identificado em amostras retiradas por procedimentos cirúrgicos. A maior eficácia foi em mulheres com carcinoma ductal, um dos tipos mais comuns de câncer. Além disso, cerca de 80% das pacientes avaliadas teve uma resposta imunológica positiva e a vacina foi considerada bem tolerada e com toxicidade baixa.
Entre os efeitos colaterais mais comuns estão cansaço, reações locais à injeção e calafrios. Para preparar a vacina, foram separadas as células imunológicas dendríticas do sangue de cada uma das mulheres, todas em estágios iniciais da doença, que foram expostas a fragmentos da proteína HER2 com o objetivo de criar uma vacina personalizada. A vacina foi injetada nas pacientes uma vez por semana durante seis semanas em um gânglio linfático, no tumor ou nos dois lugares (ANSA).

Zagueiro da Chapecoense se apresenta ao clube pela primeira vez

O zagueiro Neto, da Chapecoense, voltou ao clube na sexta-feira (6) para começar a fazer fisioterapia no local. Esta foi a primeira vez que o jogador voltou à sede da Chapecoense depois do acidente com o avião que levava o time para um jogo em Medellín, na Colômbia, em 29 de novembro do ano passado. Ele é um dos seis sobreviventes de 77 pessoas que morreram, entre atletas, membros do clube, tripulantes e jornalistas.
Segundo a assessoria de imprensa da Chapecoense, o trabalho de fisioterapia, que já vinha sendo feito com Neto, deve continuar no clube, com os fisioterapeutas Marcos Antonio Bilibio, Guilherme Dias Carli e Diego Faudeuille. Neto se apresentou junto com o restante do time. O zagueiro foi o último sobrevivente da queda do avião da Lamia a ser socorrido. Ele teve alta do hospital da Unimed de Chapecó antes das festas de final de ano.
Apenas o goleiro Jackson Follmann permanece internado. Ele foi submetido, no último dia 2, a uma cirurgia no joelho esquerdo, para fusão óssea da articulação. Segundo a assessoria de imprensa da unidade Hospitalar da Unimed Chapecó, onde ele permanece internado, a operação transcorreu sem problemas (ABr).

Brasil registrou 1.982 mortes pelo vírus H1N1

Dados do Ministério da Saúde mostram que, em 2016, foram registradas 1.982 mortes em decorrência da influenza A (H1N1). No total, foram notificadas 2.220 mortes pelos diversos tipos de influenza. Segundo o levantamento, 69% das mortes são de pessoas com fatores de risco, sendo que 42% são maiores de 60 anos de idade. Outros 29% das vítimias tinham doença cardiovascular crônica.
No período, foram registrados 54.224 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), quadro mais complicado da gripe, causado por diversos tipos de vírus, entre eles, o influenza. Em 2016, 7.171 pessoas morreram com esta síndrome. Em 2016 a incidência do vírus começou mais cedo, com pico em abril. Normalmente o período de maior transmissão é junho, quando começa o inverno. Nos três primeiros meses do ano passado, o número de casos ultrapassou o total de 2015 (ABr).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap