Pessoas acima dos 50 anos são os que menos comprometem a renda

Estudo da Serasa Experian feito com base nas informações do Cadastro Positivo identificou, dentre aqueles que utilizam alguma modalidade de crédito bancário, que a população acima de 50 anos tem uma melhor consciência financeira na hora de contratar empréstimo consignado. A população deste grupo pagou uma parcela média de R$ 432, o que representa 14,0% da renda – o menor comprometimento na comparação com as demais faixas etárias.

“O débito direto na folha de pagamento ou na aposentadoria tende a facilitar o controle das despesas no mês porque quem contratou deveria considerar como salário mensal disponível o valor já com o desconto. Com mais experiência de vida, as pessoas acima dos 50 anos costumam estar numa fase financeira mais cuidadosa”, diz o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

Os brasileiros acima dos 50 anos também são os mais adeptos ao crédito consignado no país. De acordo com o estudo, 30,0% dos brasileiros com mais de 50 anos inscritos no Cadastro Positivo tinham algum empréstimo consignado ativo em maio. O menor uso foi visto entre os jovens de 18 a 25 anos (2,4%) e, na média geral da população, a taxa ficou em 16,2%.

Segundo Rabi, por ter juros mais baixos e o desconto direto na fonte, o consignado é uma modalidade que costuma atrair o consumidor, principalmente para fazer a substituição de dívidas. “Com muito planejamento e de forma consciente, é um recurso que serve de alternativa para cobrir o pagamento de contas mais caras, como cartão de crédito e o cheque especial, dando fôlego ao orçamento para evitar a inadimplência” (AI/SerasaExperian).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap