Falta de vidro impacta mercado de cervejas no Brasil

A falta de vidros causa impacto no mercado de cervejas. De acordo com o Sindicato Nacional da Indústria Cervejeira, a pandemia teve consequências diretas na produção de embalagem. Hoje, vivemos uma volta progressiva de diversos segmentos, inclusive o industrial, o que ocasiona uma melhora no abastecimento da maioria dos itens. Entretanto, dados da Neogrid, empresa especializada em soluções para a gestão da cadeia de suprimentos, mostram que após cinco meses em queda, a cerveja registrou uma alta na indisponibilidade nos supermercados de 10,2% para 11,9%.

Para Rodrigo Clemente, fundador da BLZ Recicla, empresa do grupo JVMC criada para promover e contribuir com a economia circular do vidro, o efeito é direto no mercado, uma vez que a procura ainda é maior do que a demanda. “A indústria de cerveja ainda tem dificuldade para encontrar matéria-prima para embalagem no mercado. Mesmo com uma melhora, há um desequilíbrio entre oferta e procura. Além dos números, é possível ver isso no dia-a-dia de quem trabalha com o vidro, o que indica a necessidade de repensar esse modo de produção insustentável”, explica.

O vidro pode ser reutilizado inúmeras vezes, gerando uma economia circular que não abre espaço para desperdício. Nesse caso, o material é reinserido para reuso na cadeia de produção e transformado em novo. Esse tipo de conceito econômico diminui gastos e promove a redução de extração de recursos naturais. Além disso, com a alta do ESG, medidas sustentáveis em empresas estão chamando a atenção de investidores, o que seria mais uma vantagem para a indústria aderir a essa economia.

Com uma atuação que oferece benefícios para toda a cadeia de bebidas, a BLZ Recicla já retornou mais de 16 milhões de garrafas para reuso da indústria e cresceu 163% no primeiro semestre de 2021. A reciclagem é uma opção que socorre esse mercado, uma vez que esse ciclo o abastece sem precisar causar maiores degradações ambientais.

Diversos segmentos da indústria buscam soluções para a escassez e o aumento do preço de matéria-prima. Além do vidro, outros materiais também se encontram limitados no mercado. A exploração de recursos naturais para a produção de insumos traz consequências negativas e irreversíveis para o planeta, pois essa cadeia de abuso não se sustenta, o que indica um futuro fim.

Para Rodrigo, talvez esse seja o momento de repensarmos maneiras de consumir e produzir. “Novas gerações de empreendedores já mostram essa preocupação, preparados para o novo mercado, eles já pensam em propostas mais sustentáveis. Diante disso, muitas empresas optam pela reciclagem para que não haja desabastecimento em sua cadeia de produção”, finaliza. Fonte e outras informações: (www.blzrecicla.com.br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap