88 views 2 mins

Bolsonaro defende desenvolvimento da Amazônia

em Economia
quinta-feira, 22 de abril de 2021

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, discursou ontem (22) durante a cúpula do clima convocada por seu homólogo norte-americano Joe Biden e defendeu o desenvolvimento da Amazônia – além de pedir apoio financeiro internacional para ações do meio ambiente. Bolsonaro abriu o discurso dizendo que o país é “historicamente voz ativa na construção da agenda global” sobre o meio ambiente e que estava “reforçando” os compromissos já assumidos pelo país ao longo dos anos.

“O Brasil está na vanguarda no enfrentamento ao aquecimento global”, pontuou já no início. Em sua fala, o presidente ressaltou que a nação “é a detentora da maior biodiversidade do planeta” e que a “maior causa” da poluição no mundo é a “queima de combustíveis fósseis por dois séculos”. Ele ainda pontuou que, atualmente, o país representa “menos de 3%” das emissões de gases tóxicos.

Bolsonaro pontuou as “diferentes” responsabilidades que cada país possui e anunciou um novo compromisso do governo, como a antecipação em 10 anos da neutralidade climática – de 2060 para 2050. O presidente reiterou o compromisso brasileiro de zerar o desmatamento ilegal no país até 2030, o mesmo citado em uma carta enviada na última semana a Biden, o que reduzirá “quase 50% das nossas emissões”. Além disso, ele anunciou que “duplicaria” a verba dada ao Ministério do Meio Ambiente para fiscalizações, sem citar valores ou período (Ansa).