129 views 2 mins

BC: atividade econômica teve alta de 2,45% em 2023

em Economia
segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024

A atividade econômica brasileira registrou alta em 2023, de acordo com informações divulgadas ontem (19) pelo Banco Central (BC). O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) subiu 2,45% no ano, resultado menor que em 2022, quando a alta foi de 2,77%. No último trimestre do ano passado, houve aumento de 0,22% no IBC-Br, uma recuperação parcial em relação ao trimestre anterior (julho a setembro), quando houve queda de 0,64% de acordo com dados dessazonalizados (ajustados para o período).

Em comparação ao trimestre de outubro a dezembro de 2022, a alta foi de 1,8%. Para o mês de dezembro, o resultado do IBC-Br foi um aumento de 0,82%, atingindo 147,63 pontos. Na comparação com o mesmo mês de 2022, houve crescimento de 1,36% (também sem ajuste para o período). O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica do país e ajuda o BC a tomar decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic, definida atualmente em 11,25% ao ano.

O índice incorpora informações sobre o nível de atividade de setores da economia, além do volume de impostos. A Selic é o principal instrumento do BC para alcançar a meta de inflação. O comportamento dos preços já fez o BC cortar os juros pela quinta vez consecutiva, em um ciclo que deve seguir com cortes de 0,5 ponto percentual nas próximas reuniões.

Em comunicado, o Copom indicou que esse é o ritmo apropriado para manter a política monetária contracionista “necessária para o processo desinflacionário”. O órgão informou que a interrupção dos cortes dependerá do cenário econômico “de maior prazo”. Com resultado trimestral, superando as projeções, no terceiro trimestre do ano o PIB cresceu 0,1% na comparação com o segundo trimestre de 2023, de acordo com o IBGE. Entre janeiro e setembro, a alta acumulada foi de 3,2% (ABr).