2 mil são mais ricos que 60% da população global

Um relatório publicado ontem (20) pela ONG britânica Oxfam denunciou que, no ano de 2019, os 2.153 bilionários do mundo tinham mais dinheiro do que 4,6 bilhões de pessoas somadas. O estudo também afirmou que a desigualdade global está “fora de controle”. O relatório “Tempo de Cuidar” também apontou que os 22 homens mais ricos do planeta possuem mais riqueza do que todas as mulheres na África.

Além disso, o estudo apontou que o valor do trabalho não remunerado realizado por mulheres é de US$ 10,8 trilhões por ano. Um cálculo da instituição mostra que 42% das mulheres no mundo não conseguem um trabalho remunerado.

“As mulheres estão apoiando a economia de mercado com mão de obra barata e gratuita e também estão ajudando o Estado prestando cuidados que devem ser feitos pelo setor público. Esse trabalho não remunerado está alimentando um sistema econômico sexista que retira muitos e coloca dinheiro nos bolsos de poucos”, afirma o relatório.

Para diminuir a desigualdade, a instituição sugere que os governos façam os ricos pagarem impostos mais altos e que haja um maior gasto nos cuidados infantis e de saúde, como fornecer serviços públicos gratuitos. A Oxfam ainda revelou que o motivo da desigualdade global estar “fora de controle” é em decorrência de sistemas econômicos que excluem mulheres e permitem que os bilionários acumulem fortunas.

A instituição revelou que a redução da desigualdade econômica poderia diminuir a quantidade de pessoas que vivem na pobreza extrema. A análise da Oxfam “mostra que se os países reduzissem a desigualdade de renda em 1% a cada ano, 100 milhões de pessoas a menos estariam vivendo em extrema pobreza até 2030” (ANSA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap