67 views 3 mins

Três dicas para promover a saúde mental e bem-estar dos colaboradores

em Destaques
segunda-feira, 22 de janeiro de 2024

A Organização Mundial de Saúde (OMS) projeta que a depressão será a principal causa de incapacidade até 2030. Diante deste cenário, é necessário que as empresas reconheçam a importância de realizar ações que promovam a saúde e o bem-estar dos colaboradores.

Para colaborar com empresas e líderes, Pam Stracke, CEO e cofundadora da KIWI, empresa de consultoria e treinamento humanizada que produz soluções em educação corporativa, separou três dicas para promover a saúde mental e bem-estar dos colaboradores. Confira:

  1. Invista em um ambiente socialmente seguro – Para a executiva, as companhias possuem um papel fundamental na busca pelo equilíbrio entre a vida pessoal e profissional do colaborador.

“É por meio do envolvimento das empresas que é possível criar um ambiente de trabalho mais justo e produtivo. Investir em um ambiente socialmente seguro e saudável não só beneficia e valoriza os trabalhadores, com um ambiente mais positivo e apoiador, como também traz o aumento de produtividade e retenção de talentos. Além disso, ajuda a criar uma cultura de respeito e apoio mútuos”, complementa Pam.

  1. Promova ações que incentivem a saúde mental – Difundir ações saudáveis de cuidado em saúde mental ajuda os trabalhadores a lidar com as crises do dia a dia desencadeadas por temas que tenham relação com o trabalho e a vida profissional.

Entre as ações que as empresas podem oferecer, estão: treinamento da liderança e colaboradores, palestras, eventos, boletins informativos sobre o tema e apoio psicológico. Isso permite que as pessoas reconheçam os sinais de alerta e se sintam cada vez mais confortáveis para buscar ajuda.

  1. Avalie o melhor formato de trabalho – Uma das grandes mudanças que a pandemia de Covid-19 trouxe foi a migração para o regime de trabalho remoto. Hoje, temos muitas empresas que estão no processo de retorno aos escritórios, total ou parcialmente, mas como isso impacta na saúde mental?

“O capital humano é fundamental para o crescimento econômico dos negócios. Por isso, pensar e desenvolver políticas com jornadas flexíveis é o caminho a ser seguido. As interações sociais são importantes e fundamentais, bem como ver outros ambientes.

Mas possibilitar um formato de trabalho adaptável que permita autonomia do colaborador em saber identificar quais tarefas funcionam melhor no escritório de outras que são melhores de fazer de forma remota ajudam no relacionamento entre o trabalho e a saúde mental”, finaliza Pam. Fonte: (https://www.grupo.kiwi/).