Ron Dennis deixa comando da McLaren

Um dos últimos “garagistas” da Fórmula 1 deu adeus à McLaren: Ron Dennis, 69 anos, e há 36 anos no comando do time de Woking, deixou o comando da empresa por decisão dos acionistas.

“Eles me forçaram a assumir uma licença remunerada, apesar das recomendações do restante da equipe de gestores sobre potenciais consequências dessas ações no negócio. Os motivos que os levaram a isso foram ilegítimos”, escreveu em nota oficial.
Segundo fontes próximas à McLaren, o estilo de liderança de Dennis não agradavam mais os acionistas e a empresa está prestes a receber uma proposta de compra de mais de US$ 7 bilhões de investidores chineses. A partir de agora, ele será apenas parte do Conselho de Administração da equipe.
Dennis chegou à McLaren em 1980, assumindo o controle total um ano depois, e em sua gestão foram 20 títulos, entre mundial de pilotos e de construtures. Sob o comando do inglês, Ayrton Senna, Niki Lauda, Alain Prost, Mika Hakkinen e Lewis Hamilton foram campeões mundiais, além de sete títulos de construtores. No entanto, os dois últimos anos são os piores da escuderia de Woking na categoria (ANSA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap