106 views 6 mins

Prepare sua loja para lidar com a alta de demanda do Natal

em Destaques
quarta-feira, 21 de dezembro de 2022

Uma das principais datas comemorativas para o varejo brasileiro traz muitas dúvidas aos lojistas em relação a suas operações. Durante o Natal de 2021, de acordo com o ICVA (Índice Cielo de Varejo Expandido), as vendas do varejo registraram alta de 14,6% em relação a igual período de 2020, sendo Santa Catarina o estado onde mais teve aumento de vendas, seguido por Rio de Janeiro (13,3%) e Minas Gerais (9,3%).

O período avaliado foi a semana entre 19 e 25 de dezembro. Dentre os destaques, o e-commerce registrou alta de 38,6% enquanto as vendas físicas aumentaram em 8,8%. Apesar do período ser conhecido pela alta nas vendas, nem todas as empresas realizam o planejamento adequado para suprir as necessidades dos clientes durante o Natal e acabam perdendo a grande oportunidade de aumentar o faturamento na data comercial.

Pensando na preocupação que deve existir com toda a experiência do cliente nesse período, Paulo Naliato, Vice Presidente Comercial de Varejo e Empreendedores e Operações da Cielo, empresa de tecnologia e serviços para o varejo que lidera o segmento de pagamentos eletrônicos na América Latina, elencou pontos que são fundamentais e não devem ser deixados de lado por lojistas que querem levar a melhor na preferência e confiança dos seus consumidores.

1 – Prepare a equipe de vendas – A forma com a qual a equipe de vendas vai interagir com os clientes é fundamental. As lojas precisam contar com vendedores que entendam sobre os produtos que estão negociando. Além disso, certifique-se de que a sua loja está oferecendo todos os melhores recursos para que a equipe de colaboradores faça o melhor trabalho possível.

Um ponto importante é se aproximar dos consumidores por meio de SMS, e-mail marketing e também nas redes sociais. Faça com que os clientes saibam quando a loja estiver anunciando ofertas especiais, todos os canais que falam com o público-alvo são relevantes.

2 – Mantenha os colaboradores engajados – O Natal acontece no momento em que os colaboradores já estão no último gás antes da virada de ano. Em muitos casos, uma equipe com baixo engajamento e altos níveis de distração afeta diretamente a produtividade da empresa, resultando em uma queda nos resultados em uma época chave.

Portanto, certifique-se de saber como andam os colaboradores da sua empresa, procure realizar treinamentos especiais, ofereça incentivos e marque reuniões internas para ouvi-los e entender como e o que fazer para melhorar o cotidiano da equipe durante o período do Natal, que pode ser bem desgastante.

3 – Atender às expectativas do cliente pode impulsionar as vendas para além do fim do ano – Se planejar da maneira adequada para uma das datas mais marcantes do varejo pode não só impulsionar um mês próspero, mas também prospectar novas vendas até o início de 2023. “Se concentrar na experiência do cliente, oferecer clube de benefícios ou programas de fidelidade são algumas formas de colocar essa dica em prática”, complementa Naliato.

4 – Prepare todas as partes do processo de venda previamente – Aos varejistas que não estão acostumados a planejar o Natal das lojas poderá ser um momento turbulento devido à alta demanda, por isso, tenha cuidado. “Após a data comercial, a sua marca continuará no mercado. Por isso, é importante tomar todos os cuidados necessários para que o alto volume de vendas não saia pela ‘culatra’ e acabe manchando a imagem da empresa”, reforça Paulo.

Ele recomenda a revisão de processos, fornecedores, responsáveis pela entrega e a certificação de que todos estão na mesma página. “Na hora do pagamento, ofereça segurança ao comprador e diversifique os meios de pagamento. Esse fator fará diferença para vender mais”, recomenda.

5 – O Natal é agora – Muitas pessoas deixam suas compras para a última hora, mas uma parcela grande dos consumidores já está se organizando para a data. Por outro lado, há aqueles que precisam compensar o atraso até mesmo depois do dia 25. “Muitas empresas realizam campanhas do começo ao final de dezembro, prolongando as ofertas para além da semana em que ocorre a data comercial”, explica o VP. Mais informações: (https://www.youtube.com/watch?v=ah6zoWDdsXg&t=1637s).