67 views 57 secs

Pessoas estão tomando radiação indevidamente

em Destaques
segunda-feira, 30 de maio de 2016

Aparelhos de radiologia são utilizados de forma inadequada por pessoas sem a habilitação necessária em aeroportos, penitenciárias e órgãos públicos, denunciaram participantes de audiência pública promovida ontem (30) pela Comissão de Direitos Humanos do Senado.

A legislação em vigor exige que os operadores de equipamentos emissores de radiação ionizante tenham diploma de técnico ou tecnólogo em radiologia.
A falta de conhecimento técnico pode acarretar problemas de saúde para a população, exposta muitas vezes a uma quantidade de radiação superior ao necessário e recomendável afirmou Adriano Levay, presidente dos Conselho Regional de Técnicos em Radiologia do Distrito Federal. “Câmara e Senado, fóruns, tribunais de Justiça no Brasil inteiro, aeroportos, por onde passam milhões anualmente, estão fazendo as pessoas tomarem radiação de graça”, disse.
O uso de bodyscanner – como são chamados os aparelhos de escaneamento corporal – é suspeito de causar problemas de saúde, incluindo abortos. De acordo com a presidente do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (Conter), Valdelice Teodoro, foi identificado que várias mulheres teriam perdido seus bebês após visitarem parentes em uma unidade prisional de Vila Velha (ES). Segundo ela, o uso inadequado dos equipamentos está diretamente relacionado à falta de conhecimentos específicos de agentes penitenciários sobre anatomia e radiação (Ag.Senado).