Kassab desconhece supostas doações ilegais da Odebrecht

O ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD), disse ontem (12) que desconhece doações ilegais que tenham sido feitas pela Odebrecht para sua campanha ou a de aliados e colegas de seu partido.

Segundo informações vazadas da delação de executivos da empresa, e publicadas pela imprensa, Kassab e o partido teriam recebido recursos ilegais para a campanha.
“Quero dizer que não tenho conhecimento de nenhuma doação que tenha sido feita para minha campanha ou para a de colegas de partido, ou de aliados, ou mesmo de doações partidárias que não tenham sido feitas na forma da lei”, disse o ministro, que participou ontem (12) da assinatura de um termo de cooperação na sede do BNDES, no Rio de Janeiro. Kassab afirmou que é preciso ter cautela, porque as delações ainda precisam ser homologadas pelo STF.
O jornal O Globo publicou ontem que a delação do executivo Paulo Cesena, ex-presidente da Odebrecht Transport, informa que Kassab recebeu R$ 14 milhões entre 2013 e 2014. O dinheiro seria de caixa 2 e teria sido doado para a campanha de Kassab ao Senado em 2014 e para as campanhas do PSD (ABr).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap