106 views 6 mins

4 tendências da IA que vão impactar os meios de pagamentos

em Destaques
domingo, 12 de maio de 2024

Segundo o relatório “Artificial Intelligence – In-depth Market Insights & Data Analysis”, o mercado de softwares de Inteligência Artificial (IA) tende a crescer 35% ao ano até 2025, alcançando um valor de 126 bilhões de dólares. A IA está cada vez mais presente no universo financeiro. À medida que a tecnologia avança, o mercado financeiro também evolui.

Além disso, o principal impacto dessa tecnologia em meios de pagamento é a capacidade de tornar as transações mais seguras, eficientes e personalizadas, além de oferecer insights valiosos sobre o comportamento do consumidor e as tendências de mercado. Saber como utilizar inteligência artificial para coletar e analisar dados, entender o comportamento do consumidor e agilizar alguns processos, pode ser um diferencial muito grande em um mercado extremamente competitivo, como o financeiro.

“A integração cada vez maior da IA nos meios de pagamento, resulta em uma mudança significativa na forma como as transações são realizadas e gerenciadas, com uma crescente adoção de soluções inovadoras e disruptivas”, explica Fernando Nunes, cofundador e CEO da Transfeera, fintech que fornece soluções de pagamentos para empresas.

“O grande poder da IA vem de dados, olhando o cenário brasileiro com a revolução do open finance temos uma oportunidade incrível de transformação e consolidação da liderança do movimento global de transformação financeira”, completa Nunes. Nesse cenário, o especialista listou 4 tendências da IA que vão impactar os meios de pagamentos em um futuro próximo. Confira!

  • Detecção de fraudes em tempo real – Isso desempenha um papel muito importante para os serviços financeiros. Por meio de algoritmos avançados de machine learning e análise de padrões, os sistemas de IA podem identificar atividades suspeitas instantaneamente, oferecendo uma defesa proativa contra transações fraudulentas. Essa capacidade não apenas protege os consumidores, mas também fortalece a integridade dos sistemas de pagamento como um todo.
  • Automação de processos financeiros – É fundamental para simplificar operações complexas nos meios de pagamento. A IA possibilita a automação de uma variedade de processos financeiros, desde a reconciliação de contas até gerenciamento de riscos. Ao eliminar tarefas manuais demoradas e propensas a erros, a automação impulsionada pela IA não apenas aumenta a eficiência, mas também reduz os custos operacionais e permite uma alocação mais eficaz de recursos.
  • Soluções de pagamento baseadas em reconhecimento facial e biometria – O reconhecimento facial e a biometria estão se tornando meios de autenticação cada vez mais populares nos pagamentos, e a IA desempenha um papel fundamental nesse desenvolvimento. Ao utilizar algoritmos avançados de reconhecimento de padrões, a IA torna possível a identificação biométrica precisa e segura, oferecendo uma alternativa conveniente e altamente segura aos métodos tradicionais de autenticação.
  • Personalização dos serviços de pagamento – Com a capacidade de análise minuciosa dos padrões do usuário, comportamentos e necessidades, a inteligência artificial é capaz de fornecer um estilo de pagamento inteligente e personalizado. Dessa forma, o usuário passa a ter uma experiência mais dinâmica e de acordo com suas preferências. Vale ressaltar que essa tecnologia contribui diretamente para a segurança, pois assim consegue identificar mais facilmente ações fora do normal.

As regulamentações também desempenham um papel crucial na orientação do desenvolvimento e uso responsável da IA nos meios de pagamento e no mercado financeiro, equilibrando a inovação tecnológica com a proteção dos consumidores, a segurança financeira e a estabilidade do sistema.

Legislações existentes como LGPD já estabelecem padrões rigorosos para tratamento e armazenamento de informações pessoais, mas, para além disso, é necessário considerar regulações específicas para o uso desse tipo de tecnologia no setor financeiro. “O uso da inteligência artificial em pagamentos é uma oportunidade para impulsionar inovação e trazer eficiência para processos do dia a dia.

Entretanto, é essencial que essas tecnologias sejam desenvolvidas e aplicadas seguindo padrões de ética e responsabilidade, sempre prezando por segurança e confidencialidade de dados, visto que informações financeiras são extremamente sensíveis”, finaliza Nunes. – Fonte e mais informações: (https://transfeera.com/).