Impeachment e preços

Independentemente da aprovação ou não do Senado à abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT), a inflação deve continuar desacelerando no Brasil, avalia o superintendente-adjunto de Inflação da FGV, Salomão Quadros.

Segundo ele, uma mudança de governo pouco deve influenciar a dinâmica de preços, que já tem sido mais benéfica nas últimas semanas.
“A inflação pode até ser ajudada por algum efeito de expectativas, mas ela também tem a sua inércia, não é tão flexível”, afirmou Quadros. “Além disso, os juros dependem do comportamento da inflação. Ninguém vai mexer muito em muita coisa”. O superintendente ressaltou que, mesmo depois da aprovação do prosseguimento do processo de impeachment pela Câmara, os rumos da economia ainda são alvo de muita “especulação”. “A gente não sabe quem vai assumir a Fazenda (em um eventual governo de Michel Temer), o que vai fazer”, afirmou (AE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap