67 views 2 mins

Dilma: ‘golpe’ tem “chefe e vice-chefe”

em Destaques
terça-feira, 12 de abril de 2016

Sem mencionar diretamente os nomes, a presidente Dilma Rousseff afirmou ontem (12) que o vice-presidente, Michel Temer, e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, são os chefes do que ela classificou de golpe em curso contra seu mandato.

“Os golpistas podem ter chefe e vice-chefe assumidos. Não sei direito qual é o chefe e o vice-chefe. Um deles é a mão não tão invisível assim que conduz com desvio de poder e abusos inimagináveis o processo de impeachment. O outro esfrega as mãos e ensaia a farsa do vazamento de um pretenso discurso de posse”, disse Dilma, em discurso no Palácio do Planalto.
“Vivemos tempos estranhos de golpe, farsa e traição. Usaram a farsa do vazamento para difundir a ordem unida da conspiração. Agora, conspiram abertamente, à luz do dia, para desestabilizar uma presidente legitimamente eleita. Caluniam enquanto leiloam posições no gabinete do golpe, no governo dos sem-voto”, afirmou a presidenta, ao citar que existem dois chefes do golpe que agem em conjunto e de forma premeditada.
A presidenta referiu-se ao vazamento de um áudio em que o vice-presidente Michel Temer fala como se o processo de impeachment já tivesse sido aprovado pela Câmara. No comunicado, Temer pede a pacificação do país, diz que é preciso um governo de “salvação nacional”, com colaboração de todos os partidos para sair da crise, e defende apoio à iniciativa privada como forma de gerar investimentos e confiança no Brasil. A presidenta discursou para uma plateia formada por professores e estudantes no ato intitulado Encontro da Educação pela Democracia (ABr).