176 views 4 mins

Cultura corporativa pode definir modelo de trabalho

em Destaques
terça-feira, 19 de setembro de 2023

Após a pandemia, muitas empresas solicitam a volta ao escritório e esse fenômeno tem forte relação com a cultura e com os valores de uma empresa

A cultura empresarial sempre desempenhou um papel crucial na definição dos valores, missões e visões das empresas. Agora, mais do que nunca, com pesquisas e estudos mostrando seu impacto direto nos modelos de trabalho adotados, fica evidente que uma cultura forte é essencial para a transição eficaz para modelos mais flexíveis.

Uma pesquisa realizada pela empresa de consultoria Think Work em 2023 parceria com 69 executivos mostrou que 56% das empresas que adotaram o trabalho remoto ou híbrido enfrentaram desafios na adaptação da cultura corporativa. Os principais desafios citados foram a falta de confiança na equipe, a dificuldade de comunicação e a perda de cultura organizacional. Enquanto outra pesquisa, realizada pela empresa de recrutamento Robert Walters em 2023 com mais de 500 profissionais de RH, mostrou que 62% dos entrevistados acreditam que a cultura corporativa é um fator fundamental para o sucesso do trabalho remoto.

“Agora que o debate empresarial está em torno da semana de 4 dias de trabalho (4day week) em fase de testes no Brasil, fica claro que quanto mais fortalecida e definida é a cultura empresarial, mais propensa uma empresa está em adotar modelos flexíveis”. Essa transição é facilitada por uma confiança profunda em seus colaboradores, uma comunicação eficaz e uma cultura voltada para resultados, não apenas presença”, explica Fernanda Mourão, CEO da Spacein – tecnologia para gestão de espaços e agora também sócia da work in lab, um serviço de consultoria que conecta cultura, espaços de trabalho e tecnologia.

Uma organização que valoriza a colaboração e a comunicação pode optar pelo modelo híbrido, permitindo que seus funcionários se beneficiem do melhor dos dois mundos: colaboração presencial e flexibilidade remota. Enquanto isso, as empresas que priorizam confiança e autonomia podem ver o anywhere office como um modelo viável, dando aos funcionários a liberdade de trabalhar de qualquer lugar. Segundo um estudo da Workday de 2023 que entrevistou 3.000 pessoas mostrou que os funcionários que trabalham em empresas com culturas fortes de confiança e colaboração são mais propensos a se sentir produtivos e satisfeitos com o trabalho remoto.

“Os principais elementos da cultura corporativa que são importantes para modelos de trabalho flexíveis são a confiança, a colaboração e a flexibilidade. A cultura empresarial é um componente tangível que influencia diretamente o modo como as empresas operam e se adaptam aos novos paradigmas de trabalho. Para ter sucesso na experimentação de novos modelos é preciso investir na cultura organizacional e na cultura interna”, afirmou a executiva.

No Brasil, onde a cultura valoriza fortemente os laços interpessoais e a interação face a face, o trabalho presencial vai além da simples funcionalidade. O escritório é visto não só como um espaço de produção, mas também de convívio e confraternização, refletindo a natureza calorosa e acolhedora da identidade cultural brasileira. Mesmo com tendências globais rumo à flexibilidade, o modelo presencial no Brasil ressoa profundamente com suas tradições sociais e valores culturais.