71 views 2 mins

Crise é fruto de ‘erros de políticas econômicas’

em Destaques
quinta-feira, 30 de junho de 2016

O secretário executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Presidência da República, Moreira Franco, afirmou que o Brasil vive a “mais grave crise econômica” da história do País e que a razão desta crise não é externa, mas sim fruto de erros de políticas econômicas cometidos ao longo dos últimos anos.

“Tivemos erros e o ambiente internacional agrava nossa situação, aumenta nosso desafio, torna tudo mais complexo”, disse, durante participação em evento promovido pelo Citi ontem (30), em São Paulo.
Em relação ao cenário político, Franco avaliou que, apesar do contexto de crise, as instituições estão funcionando com “a mais absoluta naturalidade”. “Estamos resolvendo os problemas conforme a constituição e com regras previamente conhecidas”, disse. “A Câmara está votando temas importantes”. Para ele, em meio às instabilidades políticas e econômicas, o novo governo precisa, de imediato, perseguir o equilíbrio fiscal e, ao mesmo tempo, tomar medidas que retomem o investimento e o crescimento, de modo a permitir a geração de empregos e a manutenção da estabilidade social.
“Para que tenhamos condições de avançar, precisamos desde já ampliar a capacidade de investimento”, disse Moreira Franco. “O Estado está quebrado, o poder público não tem recursos. Não há outro caminho, temos que buscar restabelecer o ambiente de negócios, para dar confiança ao investidor privado e permitir que ele faça parcerias com o setor público”. Segundo Moreira Franco, o governo Dilma fez muitas concessões, mas com uma modelagem e opções extremamente desastrosas (AE).