102 views 13 secs

CRF-SP quer barrar graduações de Farmácia

em Destaques
quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Cinco dias após o MEC anunciar que vai suspender por cinco anos a abertura de cursos de Medicina no País, o Conselho Regional de Farmácia de São Paulo (CRF-SP) afirmou que pedirá a interrupção na criação de novas graduações em Farmácia no Estado.

A entidade informou ontem (22), que enviará um ofício ao MEC solicitando a implementação de uma medida semelhante à que foi sugerida pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, ao presidente Michel Temer.
Em nota, o CRF-SP argumenta que no Brasil são abertos anualmente mais de 130 mil vagas de graduação em Farmácia, “quantidade já considerada exagerada” pelos especialistas. “Além disso muitos cursos funcionam de forma precária e não têm a qualidade necessária para a formação de um profissional de saúde”, justifica a entidade (AE).