80 views 2 mins

Comércio varejista fecha 2016 com queda de 6,2%

em Destaques
terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Com o recuo de 2% no volume de vendas de novembro para dezembro, o comércio varejista fechou 2016 com queda acumulada de 6,2%.

É o pior resultado do setor desde o início da série histórica, em 2001. Os dados fazem parte da Pesquisa Mensal do Comércio e foram divulgados ontem (14) pelo IBGE com os números do fechamento do ano passado.
A queda de 6,2% no volume de vendas do comércio varejista no ano passado teve perfil generalizado e atingiu as oito atividades que compõem o varejo, seis das quais registrando as quedas mais acentuadas de suas séries históricas. O fraco desempenho do setor teve como principal destaque o recuo de 3,1% do setor de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, que tiveram o pior resultado desde os 4,8% de 2003. O setor exerceu a maior influência negativa na redução do total do varejo.
Segundo o IBGE, “a perda da renda real e o aumento de preços dos alimentos em domicílio, no mesmo período, foram os principais responsáveis pelo desempenho negativo do setor”. Também se destacaram móveis e eletrodomésticos (-12,6%); outros artigos de uso pessoal e doméstico (-9,5%); combustíveis e lubrificantes (-9,2%); tecidos, vestuário e calçados (-10,9%); artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (-2,1%); equipamentos e material de escritório, informática e comunicação (-12,3%) e livros, jornais, revistas e papelaria (-16,1%)(ABr).