Carne ameaça contaminar acordo entre UE e Mercosul

As revelações sobre a corrupção nos certificados de carne vão afetar as negociações entre o Brasil e a União Europeia, para o estabelecimento de um acordo de livre comércio até o final do ano e ameaçam até mesmo as exportações atuais.

A Confederação Europeia de Produtores Agrícolas indicou que está estudando os acontecimentos no Brasil e poderá pedir que a diplomacia europeia restrinja qualquer nova abertura comercial ao Brasil nesse setor.
Uma reunião entre o Mercosul e a UE está marcada para ocorrer no final deste mês, com o debate sobre as ofertas de liberalização entre as duas partes e principalmente a situa­ção sanitária.
Um dos centros do pedido do Mercosul, porém, é uma ampliação de cotas para a exportação de carnes, o que não estava na primeira oferta. Na semana passada, a entidade de produtores já havia enviado uma carta confidencial à Comissão Europeia colocando duas exigências: gado com monitoramento e que não colocassem na lista de bens o frango brasileiro “alimentado a partir de certas rações consideradas como ilegais na Europa” (AE).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap