101 views 26 secs

Aumento dos remédios é ‘imoral’ e sacrifica os idosos

em Destaques
quarta-feira, 27 de março de 2019

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) criticou o reajuste anual dos preços dos medicamentos.

Ele afirmou que a indústria farmacêutica obteve aumentos de quase 100% em 15 anos. Ele sublinhou que os idosos são os mais sacrificados com os aumentos do preço dos remédios. De acordo com Interfarma, o aumento este ano será de 4,46%.
“Remédio é bom negócio, como prova a permanente expansão das redes de farmácias, cada vez mais numerosas e lucrativas. Para os brasileiros que arcam com esses gastos, são um custo igualmente crescente, com o qual muitos não podem mais conviver, com o qual muitos não podem arcar”, afirmou.
Explicou que, entre 2005 e 2018, os remédios tiveram reajuste correspondente a 86,99%. Somando a esse percentual o reajuste deste ano, o aumento no período poderá chegar a 90%, o que levou o gasto dos que precisam fazer uso de medicamentos a duplicar no período. “É injusto, é imoral, e quem pode fazer alguma coisa se recusa a fazer”,disse (Ag. Senado).