148 views 4 mins

Aprendizados que a falência dos bancos ensinam para o e-commerce

em Destaques
quinta-feira, 20 de abril de 2023

A quebra dos bancos americanos Silicon Valley Bank (SVB) e Signature Bank em razão da inflação, impacto da pandemia, aumento das taxas de juros e outros motivos, traz importantes aprendizados para o e-commerce quando o assunto é desistência de compra e abandono de carrinho, já que todas as situações podem representar perda de receita para o negócio.

Assim como a inflação desvaloriza o dinheiro, a desistência de compra e os pedidos abandonados diminuem o esforço e investimento feitos pelo e-commerce para atrair e converter clientes. Dessa forma, é importante entender as causas dessas situações e implementar estratégias para minimizá-las.

Avaliando o cenário do mercado, Lucas Colette, CEO da Yampi, plataforma com soluções para o e-commerce, elenca as principais lições que o comércio eletrônico pode aprender com a quebra dos bancos americanos. Confira:

  1. – Compreender as razões por trás da desistência de compra – Assim como a inflação e a quebra de um banco têm causas complexas, que exigem análise de dados e planejamento estratégico, a desistência de compra e os produtos abandonados no carrinho podem ter diversas razões.

Entre elas, falta de confiança na marca, problemas técnicos no site, ou simplesmente uma mudança de ideia do cliente. É importante entender esses motivos e se respaldar com dados e inteligência para implementar soluções efetivas.

“Os varejistas devem analisar os dados do site e do processo de compra, como tempo de permanência na página, taxas de conversão, número de carrinhos abandonados, entre outros.

É importante também pedir feedback dos clientes que largaram o carrinho, para entender os motivos da desistência e oferecer incentivos para que eles concluam a compra, a exemplos de descontos, frete grátis e brindes”, aponta Colette.

  1. – Oferecer um serviço de qualidade – A quebra dos bancos gerou uma crise de confiança generalizada nos serviços bancários por parte dos correntistas e investidores, e o mesmo pode acontecer com o e-commerce se os clientes não se sentirem bem atendidos.

Oferecer um serviço de qualidade pode ajudar a ganhar a confiança e fidelidade, diminuindo a taxa de desistência de compra e carrinhos abandonados.

Contar com um atendimento ágil, que responda e solucione as dúvidas dos consumidores, mostrar uma descrição completa dos produtos, ter uma comunicação clara e ser multicanal no atendimento são pilares essenciais para oferecer um serviço de qualidade e diminuir significativamente as chances de desistência de compra.

  1. – Implementar medidas para recuperar clientes perdidos – Assim como os bancos dependem de ajuda externa para sua recuperação econômica, o e-commerce pode implementar medidas adicionais para recuperar clientes perdidos. Por exemplo, enviar lembretes de carrinhos abandonados, oferecer descontos especiais para quem desistiu de um produto, ou melhorar a política de trocas e devoluções.

“O recurso de Recuperar Carrinhos Abandonados da Yampi, por exemplo, é capaz de recuperar até 11% de pedidos que seriam perdidos. Dessa forma, é possível reter consumidores, engajá-los com sua loja e evitar abandono de carrinho”, finaliza o executivo. – Fonte e outras informações: (https://www.yampi.com.br/).