93 views 6 mins

Ameaça: golpistas se infiltram nas mensagens diretas

em Destaques
segunda-feira, 20 de março de 2023

As mensagens diretas, ou DMs, são uma forma popular das pessoas terem conversas privadas que não são visíveis para os seus amigos e seguidores.

Quer sejam mensagens básicas de texto ou SMS, aplicativos de mensagens como iMessage e WhatsApp, ou add-ons para uma plataforma de comunicação, estão a ser utilizadas por criminosos para enviar ligações maliciosas ou aliciar pessoas para fraudes maiores. As mensagens podem ser protegidas ou encriptadas e ainda podem ter golpes no outro extremo!

. Que tipos de mensagens? – Com o aparecimento de ferramentas de inteligência artificial como o ChatGPT, os golpistas podem limpar os erros ortográficos e gramaticais, tornando mais difícil a identificação de mensagens fraudulentas, a exemplo do phising.

Embora as mensagens, em sua maioria, sejam seguras, é importante levar alguns segundos antes de clicar em um link ou responder a um DM para se certificar de que é genuíno.

Os golpistas usarão mensagens fraudulentas para o enganar, para o fazer clicar num link malicioso, tentando fazê-lo inserir as credenciais de login ou números de conta, ou partilhar informações pessoais. Estas mensagens, por vezes, mas nem sempre, contêm erros ortográficos ou gramaticais ou utilizam frases estranhas.

Outros sinais de aviso são:

• Contato inesperado a partir de um número desconhecido ou de um número que afirma ser de uma organização legítima.

• Linguagem urgente ou ameaçadora, tal como um aviso de que a sua conta será encerrada se não fornecer as informações pessoais.

• Solicitação para clicar em um link para atualizar os dados pessoais ou fazer login na conta.

• Oferta de bônus, recompensa ou reembolso.

• Pedido de taxa de processamento ou administrativa com antecedência.

. Já ouviu falar de “carnificina de porcos”? – É um termo utilizado para esquemas de mensagens em que os criminosos “engordam” a vítima antes de roubarem o seu dinheiro. Estes esquemas começam frequentemente com uma simples mensagem (“Olá” ou “foi divertido sair na semana passada”) que desencadeia uma resposta “desculpe, número errado”.

O golpista age então como se tivesse encontrado um novo amigo e inicia uma conversa para construir relação de confiança com o alvo. Podem revelar que são um comerciante de sucesso e começar a falar sobre quanto dinheiro estão a fazer com alguns investimentos especiais, tais como a moeda criptográfica.

O objetivo é conseguir que a vítima faça o download de um aplicativo de investimento falso ou abra uma conta de investimento de aspecto legítimo e transfira alguns fundos. Estes aplicativos ou websites são bastante sofisticados, e os vigaristas incluem uma videochamada sobre a oportunidade de investimento ou permitem que a vítima retire uma pequena parte dos seus ganhos falsos para que se sintam mais confortáveis.

Depois solicitam cada vez mais fundos, encorajando mesmo as vítimas a pedir dinheiro emprestado para estes investimentos, até que os criminosos tenham roubado tudo o que podiam. Atrás destas situações encontram-se guias detalhados e livros de jogos que facilitam aos sindicatos do crime a sua gestão em grande escala, explorando frequentemente o trabalho forçado ou vítimas de tráfico de seres humanos.

O melhor conselho para se manter afastado destes esquemas é ser muito cético sobre quaisquer esquemas rápidos de enriquecimento ou oportunidades de investimento não solicitadas. Se as coisas soam demasiado boas para serem verdadeiras, normalmente são!

Dicas para se proteger de esquemas de envio direto de mensagens
Em resumo, aqui estão algumas dicas que o ajudarão a proteger o seu dinheiro e informações pessoais contra esquemas de mensagens diretas:

. Conhecer as bandeiras vermelhas de DM fraudulentas – Seja cético acerca de mensagens de remetentes desconhecidos, avisos urgentes, ofertas de reembolso, ou pedidos para entrar na sua conta. Veja cuidadosamente quaisquer ligações na mensagem antes de clicar nelas. Vá diretamente para o website da empresa em vez de clicar num link incorporado.

. Cuidado com os mods – Há muitos “mods”, ou modificadores de aplicativos, disponíveis que têm características extra para aplicações de DM, ou oferecem formas de contornar blocos de comunicação em alguns países. Estes “mods” são um alvo frequente de malware ou spyware.

. Estar atento à “carnificina de porcos” – Não se deixe ‘engordar’ por criminosos que procuram roubar as suas poupanças de vida. Tenha cuidado com quem transfere dinheiro e investigue quaisquer propostas de investimento que não tenha iniciado.

As empresas de investimento legítimas serão registadas junto das autoridades estatais ou nacionais e não podem prometer ou garantir retornos elevados. – Fonte e outras informações: (https://www.mcafee.com).