IR 2021: Saiba o que fazer se caiu na malha fina

Eduardo Moisés

Na última quinta-feira (30/9), foi divulgado pela Receita Federal que 869.302 contribuintes caíram na malha fina, o que representa 2,4% do total de 36.868.780 de declarações do IR (Imposto de Renda) de 2021 entregues neste ano. O órgão, explica que a maior parte, 666.647 (76,7%), são declarações com imposto a restituir; outras, 181.992 (20,9%) do total, têm valores a pagar. De saldo zero com o Leão estão 20.663 (2,4%).

Entre os principais motivos que levaram os contribuintes a cair na malha fina estão: omissão de rendimentos sujeitos ao ajuste anual (41,4%); erros nas deduções da base de cálculo (30,9%); e divergências no valor de IRRF entre o que consta em Dirf e o que foi declarado pela pessoa física (20%). A Receita orienta os contribuintes a regularizarem as pendências mostradas no Extrato do Processamento da DIRPF, no campo Meu Imposto de Renda, no site do órgão.

Quando o contribuinte envia a sua Declaração de Imposto de Renda, ela passa por uma análise dos sistemas da Receita Federal, onde são comparadas as informações enviadas com informações fornecidas por outras entidades (terceiros), que também têm que prestar informações à Receita: empresas, instituições financeiras, planos de saúde e outros. Caso seja encontrada alguma divergência, a declaração será separada para uma análise mais profunda, é o que se chama de Malha Fiscal (ou “malha fina” como é popularmente conhecida). A restituição desse contribuinte ficará suspensa enquanto a declaração estiver na Malha Fiscal.

É possível corrigir as informações sem qualquer multa ou penalidade, por meio de declaração retificadora, desde que o contribuinte ainda não tenha sido intimado ou notificado.

Caso não seja viável retificar, o contribuinte deverá aguardar o comunicado da Receita Federal para apresentar a documentação necessária ou apresentar virtualmente os comprovantes que atestam os valores declarados e apontados como pendentes no extrato. Para saber as pendências, basta o contribuinte acessar “Meu Imposto de Renda” no site da Receita Federal, onde encontrará as informações básicas sobre a malha.

Caso o contribuinte não possua senha de acesso, deverá ter em mãos as duas últimas declarações e os respectivos recibos de transmissão. Em caso de dúvida ou necessidade de auxilio, o mais recomendado é que o contribuinte procure um contador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap