Planejamento tributário: por onde começar?

Régis Lima (*)

Para se manter em dia com as obrigações fiscais e assessórias, as empresas precisam seguir uma série de normas e regras.

Nesse sentido, além de estar atento a todas essas demandas tributárias e contábeis, outra necessidade que contribui como pilar do negócio é, sem dúvidas, o desenvolvimento de um planejamento tributário. No entanto, para estabelecer um bom planejamento tributário, bem estruturado e capaz de apoiar as empresas em suas operações de rotina, muitos gestores ainda têm dificuldades para elaborá-lo.

Vale reforçar que é perfeitamente possível montar um planejamento eficiente para seu negócio sem grandes problemas, de modo que uma alternativa para as companhias é, inclusive, contar com suporte técnico de terceiros na construção do material.

. Atenção aos prazos – Todas as empresas estão enquadradas em algum regime tributário. Sendo assim, acompanhar os prazos do modelo de tributação correspondente ao negócio, que são estabelecidos pela legislação, é fundamental. Dessa maneira, o mapeamento correto dos prazos permite às companhias terem um melhor controle sobre seus débitos junto ao Fisco.

Ao estabelecer um acompanhamento frequente, é possível, ainda, saber antecipadamente as datas de vencimentos de débitos, como parcelamentos e outros tributos, e, assim, se planejar da melhor forma, o que garante mais segurança e sustentabilidade às empresas. Vale lembrar que o atraso na quitação de tributos acarreta multas, podendo afetar toda a estrutura organizacional.

. Análise do desempenho financeiro – Outro ponto fundamental que deve constar no planejamento tributário do seu negócio é uma análise detalhada do desempenho financeiro. Em suma, é preciso mapear informações sobre os gastos, faturamento, lucro, dentre outros dados para adquirir controle financeiro e, sobretudo, saber qual a melhor estratégia fiscal a ser adotada pela empresa no ano seguinte.

A análise correta do desempenho no ano anterior permitirá às companhias traçarem metas e planos condizentes com a realidade do negócio. Além disso, pode abrir novas oportunidades para as empresas, possibilitando desde a mudança para um regime com menos recolhimento de tributos a uma atuação mais direcionada para os produtos e serviços que melhor performaram.

Para finalizar, vale reforçar que um planejamento tributário bem estruturado é indispensável para apoiar as empresas no cumprimento de suas obrigações fiscais, além de dar suporte, estabelecendo estratégias financeiras mais assertivas. Na construção do planejamento tributário, contar com um parceiro especialista no assunto é, sem dúvidas, uma grande oportunidade, garantindo maior eficiência e segurança para a operação.

Nesse processo, é fundamental o apoio de um time de especialistas, além de soluções tecnológicas que podem apoiar as organizações nas execuções tributárias e fiscais, ajudando a simplificar esses processos e reduzindo falhas operacionais. Dessa forma, além de oferecer suporte técnico à realização de tais demandas, as empresas contarão com um ecossistema tecnológico com soluções para auxiliá-las na execução de atividades burocráticas, com agilidade e eficiência.

(*) – Com experiência em Gestão de Equipes e atuação em cargos executivos de empresas do mercado de TI, é Diretor Executivo e de Operações na Lumen IT (www.lumenit.com.br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap