ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Mesmo aposentados, 21% dos idosos continuam trabalhando

A longevidade impõe desafios para a população brasileira, em que parte significativa segue exercendo alguma atividade profissional mesmo após a aposentadoria

Mesmo temporario

Uma das principais razões é o fato de a renda não ser suficiente para pagar as contas. Foto: Reprodução/Internet

Um levantamento realizado em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que sete em cada dez idosos (70%) estão aposentados.
Desse total, 21% continuam trabalhando e uma das principais razões é o fato de a renda não ser suficiente para pagar as contas (47%). Já 48% disseram que querem se sentir produtivos nessa fase da vida e 46% buscam manter a mente ocupada. Embora atuem ativamente, 43% reconhecem que tiveram dificuldades para conseguir uma oportunidade, principalmente por enfrentar preconceito com a idade avançada (30%).
Por outro lado, 57% afirmam não ter tido problemas em conseguir trabalho. Quando questionados sobre até que idade pretendem trabalhar, mais da metade (61%) não soube definir ao certo. Para os que sinalizaram ter uma perspectiva em mente, a média é de 74 anos. Apesar da questão financeira ser um ponto relevante para aqueles que optam por não parar, 76% dos idosos encaram o trabalho de forma positiva nessa fase da vida.
Tanto que um terço (30%) destes menciona sentir satisfação por estar trabalhando e poder produzir, enquanto 20% têm orgulho de manter sua independência, ao passo que 18% disseram gostar do que fazem e ainda possuem muitos projetos a serem realizados. Na avaliação da economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, os dados refletem um novo cenário com o aumento da expectativa de vida no Brasil.
“Percebe-se, muitas vezes, que os idosos não se prepararam para este momento e os ganhos com a aposentadoria acabam não sendo suficientes para manter o padrão de vida desejado. Mas já enxergamos uma mudança na visão de grande parte dessas pessoas, que começam a encontrar um sentido especial no trabalho por se sentirem mais produtivos e independentes”, ressalta (CNDL/SPC Brasil).

Apesar das denúncias, centro de João de Deus manterá atendimentos

Apesar temporario

Os funcionários do centro espírita preparam o local para o atendimento previsto para hoje (12). Foto: Marcelo Camargo/ABr

As denúncias de que teria abusado sexualmente de dezenas de mulheres que buscaram tratamento espiritual na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), “entristeceram” o médium João de Deus, mas não a ponto de fazê-lo desistir de atender as milhares de pessoas que, semanalmente, o procuram na pequena cidade a cerca de 110 km de Brasília.
Cinco dias após o programa Conversa com Bial, da TV Globo, exibir os primeiros depoimentos de mulheres que afirmam ter sido vítimas de crimes sexuais praticados pelo médium, os funcionários do centro espírita preparam o local para o atendimento previsto para hoje (12). Segundo assessores, João de Deus atenderá normalmente pelos próximos três dias.
“Ele está triste, mas está bem. E, no momento certo, vai falar [sobre as denúncias]”, comentou Edna Gomes, assessora de imprensa da Casa Dom Inácio de Loyola. Segundo ela, o médium já chorou diante da repercussão das notícias, mas está convencido de que esclarecerá os fatos. Para a assessora, os depoimentos das mulheres parecem conter inúmeras “inconsistências” que precisam ser apuradas.
Ao mostrar as instalações do centro espírita a jornalistas, que chegam à cidade para acompanhar os desdobramentos dos fatos, Edna garantiu que João de Deus não atende ninguém individualmente, em ambiente separado. “O seu João sempre foi um homem muito respeitador. Conhecendo-o, você percebe que há coisas impossíveis [nos relatos]. Ele mesmo diz que nunca foi santo, mas, neste sentido, não há nada [que o desabone]”, disse Edna, lembrando que o médium já foi inocentado de denúncias anteriores semelhantes.
“A última vez que falei com ele foi ontem. Ele está chateado, claro, mas está bem. É muita coisa ao mesmo tempo”, afirmou Francisco Lobo, um dos secretários da casa. Lobo classificou as denúncias como um “absurdo”. “Vamos ter que esperar peneirar para ver o que fica [das denúncias]”, acrescentou o secretário, que já foi vice-prefeito da pequena cidade de cerca de 12 mil habitantes e, hoje, atua com voluntário da estrutura montada ao redor do médium (ABr).

Rumores sobre o temperamento de Meghan

Mais uma funcionária da equipe pessoal da duquesa de Sussex, Meghan Markle, pediu demissão e deixará o posto assim que nascer o primeiro filho da ex-atriz americana com o príncipe Harry. A saída aumenta os rumores de que é difícil trabalhar com a duquesa. O jornal “Sunday Times” revelou que Samantha Cohen, que servia a monarquia havia 17 anos, decidiu abandonar seu posto de secretária dos duques de Sussex. Poucos meses antes, o secretário particular de Harry, Edward Lane Fox, havia deixado a função repentinamente.
Além disso, há meio ano a assistente pessoal de Meghan, Melissa Touabti, também pediu demissão. Ela alegou muita pressão, estresse e reclamou dos pedidos da duquesa às 4 da manhã, quando a ex-atriz se levanta para fazer yoga. Cohen, de 50 anos, já havia servido a própria rainha Elizabeth II e é considerada uma das secretárias mais leais da monarquia. Ela assumiu seu atual posto após a saída de Fox e não tinha intenção de ocupá-lo de forma definitiva (ANSA).

Mais artigos...

  1. Geral 11/12/2018
  2. Geral 08 a 10/12/2018
  3. Geral 07/12/2018
  4. Geral 06/12/2018
  5. Geral 05/12/2018
  6. Geral 04/12/2018
  7. Geral 01 a 03/12/2018
  8. Geral 30/11/2018
  9. Geral 29/11/2018
  10. Geral 28/11/2018
  11. Geral 27/11/2018
  12. Geral 24 a 26/11/2018
  13. Geral 23/11/2018
  14. Geral 22/11/2018
  15. Geral 20 e 21//11/2018
  16. Geral 15 a 19/112018
  17. Geral 14/11/2018
  18. Geral 13/11/2018
  19. Geral 10 a 12/11/2018
  20. Geral 09/11/2018
  21. Geral 08/11/2018
  22. Geral 07/11/2018
  23. Geral 06/11/2018
  24. Geral 02 a 05/11/2018
  25. Geral 01/11/2018
  26. Geral 31/10/2018
  27. Geral 30/10/2018
  28. Geral 27 a 29/10/2018
  29. Geral 26/10/2018
  30. Geral 25/10/2018
  31. Geral 24/10/2018
  32. Geral 23/10/2018
  33. Geral 20 a 22/10/2018
  34. Geral 19/10/2018
  35. Geral 18/10/2018
  36. Geral 17/10/2018
  37. Geral 16/10/2018
  38. Geral 12 a 15/10/2018
  39. Geral 11/10/2018
  40. Geral 10/10/2018
  41. Geral 09/10/2018
  42. Geral 06 a 08/10/2018
  43. Geral 05/10/2018
  44. Geral 04/10/2018
  45. Geral 02/10/2018
  46. Geral 29/09 a 01/10/2018
  47. Geral 28/09/2018
  48. Geral 27/09/2018
  49. Geral 26/09/2018
  50. Geral 25/09/2018
  51. Geral 22 a 24/09/2018
  52. Geral 21/09/2018
  53. Geral 20/09/2018
  54. Geral 19/09/2018
  55. Geral 18/09/2018
  56. Geral 15 a 17/09/2018
  57. Geral 14/09/2018
  58. Geral 13/09/2018
  59. Geral 12/09/2018
  60. Geral 11/09/2018
  61. Geral 07 a 10/09/2018
  62. Geral 06/09/2018
  63. Geral 05/09/2018
  64. Geral 04/09/2018
  65. Geral 01 a 03/09/2018
  66. Geral 31/08/2018
  67. Geral 30/08/2018
  68. Geral 29/08/2018
  69. Geral 28/08/2018
  70. Geral 25 a 27/08/2018
  71. Geral 24/08/2018
  72. Geral 23/08/2018
  73. Geral 22/08/2018
  74. Geral 21/08/2018
  75. Geral 18 a 20/08/2018
  76. Geral 17/08/2018
  77. Geral 16/08/2018
  78. Geral 15/08/2018
  79. Geral 14/08/2018
  80. Geral 11 a 13/08/2018
  81. Geral 10/08/2018
  82. Geral 09/08/2018
  83. Geral 08/08/2018
  84. Geral 07/08/2018
  85. Geral 04 a 06/08/2018
  86. Geral 03/08/2018
  87. Geral 02/08/2018
  88. Geral 01/08/2018
  89. Geral 31/07/2018
  90. Geral 28 a 30/07/2018
  91. Geral 27/07/2018
  92. Geral 26/07/2018
  93. Geral 25/07/2018
  94. Geral 24/07/2018
  95. Geral 21 a 23/07/2018
  96. Geral 20/07/2018
  97. Geral 19/07/2018
  98. Geral 18/07/2018
  99. Geral 17/07/2018
  100. Geral 14 a 16/07/2018

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171