163 views 6 mins

Via Digital Motors

em Via Digital Motors
quarta-feira, 03 de janeiro de 2024

Lucia Camargo Nunes (*)

Blindagem continua em alta no mercado brasileiro

Blindadora. Foto: Inbra

O Brasil tem uma das maiores frotas de carros blindados do mundo, segundo a Abrablin, entidade que representa o segmento: cerca de 300 mil veículos com proteção balística rodam pelas ruas do país.

Só no primeiro semestre de 2023 foram registrados 13.936 veículos blindados. O estado de São Paulo lidera o ranking, com 84% das blindagens. O Rio de Janeiro vem na sequência com 6%, depois Ceará (3,8%) e Pernambuco (2,2%).

A blindagem Nível III-A é o padrão do mercado (suporta disparos de projéteis de calibres 9 mm e .44). Esse é o nível máximo de proteção permitido pelo Exército Brasileiro a usuários civis.

A crescente demanda por veículos blindados tem levado a uma alta nos preços, provocada pela escassez de modelos novos e os custos de documentação.

Segundo dados da KBB, precificadora de veículos, um Porsche Macan GTS 2023 sem blindagem custa em média R$ 750 mil. Com a blindagem, o mesmo Macan sobe para R$ 900 mil, aumento de 20%. No caso de um usado, ano/modelo 2021, a diferença cai para 14%.

Essa diferença de preços entre modelos blindados e não blindados tende a reduzir com passar dos anos. O valor agregado da blindagem diminui, já que a proteção exige manutenção, o que eleva seus custos.

Após 5 anos de uso, a tendência é o carro blindado depreciar a ponto de ficar mais barato que o similar sem blindagem, dependendo do modelo. E essa desvalorização está diretamente relacionada ao maior custo de manutenção do veículo.

Custo para blindar e os modelos mais protegidos

Blindadora. Foto: Inbra

A KBB informa que blindadoras parceiras cobram em média de R$ 63 mil (para hatches e sedãs compactos e médios) a R$ 90 mil (grandes). Para SUVs compactos, o preço da blindagem parte de R$ 70 mil, para os médios, R$ 80 mil, e para os grandes, R$ 97 mil.

Já as picapes demandam um investimento em torno de R$ 40 mil (compactas), R$ 55 mil (médias) e R$ 77 mil (grandes). Por fim, a blindagem para as vans de passageiros custa de R$ 125 mil (pequenas) a R$ 161 mil (grandes), conforme o modelo.

Segundo o levantamento da KBB, o Toyota Corolla lidera a lista dos modelos mais blindados, seguido pela picape Toyota Hilux e do SUV BMW X1.

Jeep Commander, Honda Civic, Jeep Compass, Volkswagen Virtus, Volkswagen T-Cross, Volvo XC60 e BMW Série 3 completam o ranking, com informações fornecidas pelas seguintes empresas: Autobankers, DS Blindagens, Guardian, Leandrini, Master Blindagens, RB Blindagens, Só Blindagens e V Tech.

Omoda chega ao Brasil em meados de 2024

Omoda 5 MHEV. Foto: Omoda Jaecoo

Mais uma marca chinesa desembarca no Brasil. Em meados de 2024, a Omoda | Jaecoo, ou OJ, inicia suas operações no país com a venda do SUV-cupê Omoda 5.

A OJ é uma divisão da Chery International, mas nada tem a ver com a Caoa Chery.

O Omoda 5 terá duas opções com motor híbrido leve e mais um 100% elétrico e deve se posicionar de uma forma próxima às marcas GWM e BYD.

Por enquanto, a empresa se propõe a apresentar os carros nas chamadas “clínicas” com potenciais consumidores para aprovar os produtos finais.

“O Omoda 5 chegará ao mercado para atender os consumidores que buscam por novas alternativas, diferentes dos modelos tradicionais, mas sem abrir mão de qualidade, conforto, segurança, tecnologia e sustentabilidade”, afirma Mr. Shawn XU, CEO global da Omoda | Jaecoo.

Fiat reduz preço do Fastback de entrada

Fastbac. Foto: Stellantis

Assim como a Jeep fez com o Renegade, a Fiat anuncia que em janeiro seu Fastback de entrada, o Turbo 200, terá tabela de R$ 117.990 (redução de R$ 4 mil em relação a dezembro).

Com isso, consumidores PCD conseguem com as isenções adquirir o modelo por R$ 101.620.

A versão Turbo 200 automática do Fastback vem equipada com motor turbo 1.0 turbo de três cilindros com injeção direta, que rende 130 cv, acoplado ao câmbio CVT que simula 7 marchas.

Entre os itens de série, a versão de entrada conta com central multimídia de 8,4”, ar-condicionado automático e digital, sensor de estacionamento traseiro, câmera de ré e 4 airbags. Por fora, faróis e lanternas de LED e rodas de liga leve 17”.

(*) Economista e jornalista especializada no setor automotivo, editora do portal www.viadigital.com.br e do canal @viadigitalmotors no YouTube. Acesse: linktr.ee/viadigitalmotors E-mail: [email protected]