Tecnologia 19/05/2016

Quais são os pilares para um bom plano de marketing digital?

Um plano de marketing bem estruturado é um aliado indispensável no alcance dos objetivos da empresa. É importante documentar todas as ações estratégicas que serão necessárias para atingir os resultados esperados. Afinal, se você não sabe aonde quer chegar, qualquer caminho serve. Sem esse planejamento, muitas empresas se perdem pelo caminho e suas táticas podem resultar em erros desastrosos

plano-de-marketing-digital temporario
  • Save

Diego Carmona (*)

Para evitar o desperdício de tempo e dinheiro, a seguir, apresentaremos os principais aspectos que todo plano de marketing digital deve ter.

O primeiro passo é realizar o diagnóstico de marketing
O diagnóstico de marketing consiste em averiguar e coletar dados das estratégias executadas anteriormente. É fundamental compreender, através dessas informações, quais ações foram realizadas e quais os resultados alcançados. Ao identificar as estratégias bem-sucedidas e o que não deu certo, a empresa consegue distinguir quais as melhores táticas para apostar no alvo correto. Desse modo, a marca não perde tempo com ações que não trazem resultados assertivos para o negócio.

Vejamos um exemplo: se uma empresa investiu há alguns meses em anúncios no Google Adwords e não obteve um retorno satisfatório, é possível identificar que as palavras-chave utilizadas nas campanhas não são apropriadas. Essa informação é fundamental para criar as estratégias posteriormente e evitar que a empresa perca mais dinheiro.

Avaliar a concorrência é fundamental para ter um plano de marketing digital de sucesso
O benchmarking é um método muito utilizado para analisar os concorrentes e retirar o melhor de cada um. A partir dessa pesquisa, será possível avaliar quais são os pontos positivos que podem ser aperfeiçoados e adaptados ao seu negócio.

É importante ressaltar que não se trata de copiar estratégias, mas de torná-las ainda melhores para se destacar no mercado. Nessa busca, você pode descobrir que os concorrentes não possuem blog, tampouco produzem um conteúdo relevante e, a partir disso, o seu negócio pode implementar como estratégia o marketing de conteúdo, por exemplo.

Defina a sua persona
Um dos maiores responsáveis pelo sucesso ou fracasso de um plano de marketing digital é o conhecimento sobre público-alvo. Investigar todas as informações demográficas e, sobretudo, comportamentais é de suma importância para conquistar resultados positivos com as suas estratégias.

Antigamente, as informações superficiais sobre o seu público eram suficientes para embasar as ações de marketing, no entanto, hoje, o cenário é totalmente diferente. Para garantir que as suas ações sejam eficazes é preciso criar uma persona. Ou seja, entrevistar os melhores clientes e observar as características em comum, para criar um personagem que represente o seu cliente ideal.

A sua persona deve ser o centro de qualquer esforço de marketing. Por isso, entenda o seu perfil, os seus problemas e principais objetivos. Quando a empresa fala a língua do seu público, com certeza, as suas chances de gerar negócios são muito maiores.

Identifique quais são os objetivos da empresa
Para que um planejamento de marketing digital seja efetivo, a empresa precisa saber o que deseja alcançar através dele. Por meio dos objetivos é que o melhor caminho será traçado para atingi-los.

Se a empresa identifica que reduzir o custo de aquisição de clientes (CAC) é um objetivo importante, no momento de definir as estratégias, será mais fácil identificar qual a tática mais eficiente para cumprir esse propósito, como investir em táticas de inbound marketing, por exemplo.

Crie estratégias infalíveis para o seu planejamento
As estratégias representam as ações necessárias para a conquista dos objetivos traçados anteriormente. Nesse momento, a empresa precisa avaliar quais atitudes serão mais eficientes.

Caso um dos objetivos seja aumentar o reconhecimento de marca, a empresa pode optar por participar das redes sociais como estratégia de branding. Mas se a empresa também pretende fidelizar os seus clientes e atrair novos, a produção de conteúdo é uma excelente tática. Sendo assim, esteja atento aos objetivos na construção das estratégias.

Defina metas realistas
Outro ponto fundamental é a definição de metas, isto é, transformar os objetivos em números e prazos. Isso funciona muito bem para que as ações estratégicas não fiquem apenas no papel.

Para um objetivo relacionado ao aumento das vendas, a empresa pode colocar como meta atrair 10 novos clientes em um ano, através do inbound marketing, por exemplo.

Identifique as métricas apropriadas para medir as suas ações
Diante de tantas possibilidades para mensurar as ações no ambiente digital, é comum muitas empresas se confundirem na definição das métricas mais relevantes. É importante considerar que nem todas as ferramentas disponíveis são eficientes para medir o sucesso das suas ações.

Para mensurar se o reconhecimento de marca tem aumentado, os números das interações nas redes sociais podem ser os indicadores de resultados mais apropriados.

Crie um cronograma de atividades
Se não houver um cronograma de atividades bem organizado, as tarefas não serão realizadas. De nada adianta definir objetivos, metas e estratégias se não há previsão para a execução das ações. Por isso, reúna em um arquivo informações sobre quem será o responsável pelo cumprimento de cada ação, o prazo mais adequado para finalizá-las, os recursos necessários e qual o status das tarefas. Dessa forma, o processo de execução das estratégias acontece de forma mais eficiente e fica mais fácil avaliar o que deu certo.

Mensure e avalie a sua performance
É muito importante definir uma periodicidade para rever o seu plano e observar os resultados alcançados. Somente através dessa avaliação é possível identificar se é preciso atualizar informações, aprimorar estratégias ou mudar o foco de alguns objetivos, por exemplo.

Analisar os resultados é indispensável para descobrir se a empresa está no caminho certo na conquista dos seus objetivos. Embora pareça um procedimento desnecessário, muitas marcas cometem erros terríveis por não avaliarem a sua performance no universo online. Principalmente com relação ao ROI (retorno sobre o investimento) essa análise se torna obrigatória para comprovar que o marketing digital é uma das estratégias mais lucrativas para fidelizar e atrair clientes, especialmente no contexto econômico atual.

(*) É especialista em Marketing Digital

Atua como freelancer? Confira dicas para que a limitação da internet não prejudique sua rotina de trabalho

LAT internet-fixa temporario
  • Save

O anúncio de uma possível implementação de limite do uso da internet banda larga fixa pelas grandes empresas de telefonia gerou diversas reclamações no último mês, principalmente de pessoas que utilizam bastante os serviços de streaming e de compartilhamento de vídeos. Porém, essa medida também poderá prejudicar os consumidores que utilizam a internet como principal meio de trabalho – os freelancers.
Diante disso, a Workana, plataforma de trabalho freelance com atuação em toda a América Latina, listou algumas dicas para que a rotina desses profissionais não seja afetada com a solução.
1) Evitar baixar ou enviar arquivos em anexo por e-mail. Para isso, o profissional pode utilizar ferramentas como Google Docs e Dropbox para realizar trabalhos de tradução e redação, por exemplo, online, com o intuito de que fiquem disponíveis para os clientes sem precisar enviar documentos e arquivos em anexo por e-mail cada vez que uma modificação for feita para aprovação. Também é possível pausar a sincronização a qualquer momento se o Google Drive estiver consumindo muito a conexão da Internet.
2) Utilizar aplicativos de texto para comunicação com o cliente, como WhatsApp, Messenger e o chat do Hangout, por exemplo, para economizar os dados geralmente gastos em chamadas por Skype e Hangouts.
3) Para profissionais de Web Design e de TI, é indicado trabalhar em localhost (ou seja, offline), e só subir o site ou sistema para o servidor do cliente quando estiver pronto. Para fazer testes, ferramentas como o TeamViewer, que permite a conexão remota entre os usuários, podem ser utilizadas. Assim, o cliente poderá se conectar remotamente ao computador do freelancer para testar o que já foi desenvolvido offline e dar o feedback.
4) Já para quem atua na área de Design, uma boa saída para não comprometer o limite da internet é reduzir a qualidade da imagem ao enviar modelos para aprovação do cliente, para que o peso do arquivo seja menor e, consequentemente, o consumo de dados. Além disso, nesse caso, é ideal que o freelancer peça o máximo de informações possível para o cliente, para que consiga chegar ao resultado que ele deseja sem precisar enviar muitos modelos para aprovação.

Oito perguntas sobre seo internacional

Maria Chizhikova (*)

O SEO, Search Engine Optimization, é um processo complicado, onde um pequeno detalhe pode afetar drasticamente o desempenho de uma campanha. Ainda mais complexo é otimizar o seu site para um público estrangeiro, visando um idioma que não é o seu nativo e a cultura que você não compreende por inteiro

A SEMrush, líder mundial em marketing digital, resolveu responder as perguntas mais frequentes que ouve de marcas que sonham entrar no mercado internacional para tornar-se uma empresa global.

1: Qual é o maior desafio do SEO Internacional?
A maior dificuldade do SEO Internacional é que você precisa posicionar sua marca para culturas novas, com suas próprias e específicas complexidades. Para isso, é fundamental fazer uma pesquisa de mercado aprofundada para compreender melhor seus novos consumidores, entender quem é a concorrência local, analisar as estratégias deles, pesquisar a infraestrutura dos países alvos e identificar as oportunidades que podem te trazer sucesso e crescimento no novo mercado.

2: Seria melhor visar um idioma ou um país?
Ao visar um idioma você só precisa traduzir seu site para a nova língua, sem ter de otimizá-lo para algum país, cultura ou mercado específico.
Focar em um país significa construir presença numa região na qual ainda não tem penetração. Vai ser preciso não simplesmente traduzir o conteúdo, mas também otimizá-lo para o mercado.

3: Qual estrutura de URL é melhor escolher para o domínio?
Caso estiver visando uma língua não há necessidade de lançar um novo site, você pode simplesmente criar um subdomínio (pt.mywebsite.com) ou um subdiretório (www.mywebsite.com/pt) para alocar a versão traduzida. A principal vantagem é que exigem menos esforços e gastos com hosting e manutenção.
Caso queira focar em um país, é possível que haja necessidade em lançar um domínio de nível superior (www.mywebsite.com.br) para ganhar maior autoridade nas máquinas de busca e mais confiança dos usuários.

4: Como localizar o conteúdo do site novo?
Identifique as palavras-chave no novo idioma. Para isso é fundamental pedir ajuda de um profissional local que dará a certeza que as palavras-chave encontradas são apropriadas para o mercado que você está visando.
Adapte o seu conteúdo para o novo mercado. Não tente simplesmente traduzir o site, adapte para a cultura e costumes de compra. Se for possível, contrate um copywriter local para que ele ajude a converter suas mensagens de vendas para o seu mercado novo.

5: Como evitar problemas de conteúdo duplicado?
Depois de localizar o conteúdo do seu site, você deve se preocupar com o fato de que o Google pode considerar a versão local do seu site com um duplicado. O que pode afetar sua campanha internacional. Entretanto, a penalização pode ser evitada com a ajuda de tags hreflang.
Essas tags avisam o Google que algumas páginas do seu site têm o mesmo conteúdo mas ele é destinado para usuários diferentes.

6: Qual seria a melhor estratégia internacional de link-building?
Para ganhar visibilidade na busca local você vai precisar de links locais. Algumas atitudes podem gerar notoriedade no local de interesse como: escrever para a mídia local, estar sempre em contato com influenciadores relevantes nessa região, encontrar links quebrados e pedir para os donos do site uma permissão de redirecioná-los para o seu conteúdo, caso o site original seja relevante, e por, fim, patrocinar eventos locais para aumentar seu brand awareness.

7: Quais atividades off-site podem impactar a visibilidade online do meu site?
O SEO on-site é uma parte essencial de pavimentar um caminho para a visibilidade local da sua marca. Porém, existem outras técnicas que não podem ser esquecidas, como publicar guest posts nos sites locais de relevância para seu setor, investir na criação de perfis em redes sociais que são populares nos países alvo e comparecer nos eventos locais para se conectar pessoalmente com os influenciadores do setor.

8: Como a presença nas mídias sociais da marca global impacta sua marca?
Estar nas redes sociais pode trazer brand awareness, relacionamentos mais estreitos com influenciadores, crescimento de links e citações, indexação mais rápida, melhor targeting de conteúdo e reputação online mais sólida.

(*) É rspecialista em Comunicação Internacional da SEMrush.

 
 
 
 
 
 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap