84 views 6 mins

Como o onboarding digital responde à complexidade operacional

em Tecnologia
sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

Com o crescimento do negócio, a tendência é de que o nível de complexidade nas operações comece a subir, exigindo uma resposta tecnológica assertiva por parte das empresas

Fabricio Beltran (*)

Certamente, evidenciar o crescimento e a expansão do negócio é um objetivo compartilhado por qualquer gestor, afinal, é a comprovação de que a estratégica elaborada está surtindo efeito e colocando a empresa em um caminho contínuo de sucesso dentro do segmento. No entanto, com essa condição positiva, vem o aumento nas demandas internas e externas, exigindo um grau de reatividade indiscutível por parte das organizações. Em outras palavras, os líderes corporativos precisam encontrar alternativas factíveis de suportar o volume operacional e garantir que a produtividade não seja prejudicada.

Ferramentas de onboarding digital simbolizam uma oportunidade promissora de colocar a gestão de dados e documentos em um novo patamar de coleta e integridade. Com essa mudança processual, será possível unificar fontes diversas de informações e suportá-las em sistemas robustos de armazenamento, retirando uma responsabilidade desnecessária e exaustiva sobre os ombros dos profissionais. É de suma importância que o empresariado tenha em mente que existem soluções voltadas para a finalidade de corresponder aos desafios operacionais, e o esgotamento do fator humano não deve substituir qualquer movimento nesse sentido.

Segurança para lidar com o fluxo de dados
Quando uma empresa eleva seu escopo mercadológico, um dos primeiros reflexos a ser identificado é na figura dos dados. Problemas relacionados ao armazenamento, coleta e utilização dessas informações serão comuns caso não ocorra uma verdadeira quebra de paradigma no que diz respeito à presença de sistemas manuais. Em outros tempos, programas de planilha até poderiam suprir as necessidades momentâneas de uma empresa, mas a um custo humano totalmente dispensável. Além disso, tarefas repetitivas conduzidas por pessoas abrem espaço para erros críticos para a funcionalidade dos processos e a própria saúde do negócio.
É praticamente inconcebível observar um salto de quantidade nos dados armazenados internamente e não realizar nenhuma ação que vise a proteção e utilização inteligente dos mesmos. Por isso, o onboarding precisa encabeçar essa lista de opções viáveis e positivamente impactantes para a realidade empresarial de muitas companhias.

Melhores decisões, maior produtividade
Com a tecnologia assumindo a função de automatizar um fluxo de dados caótico e em constante evolução, os colaboradores terão tempo hábil e disponibilidade para cumprir uma função que os valorize enquanto profissionais. Dessa forma, sente-se na prática que a máquina não deve ser interpretada como uma ameaça ao componente humano no ambiente de trabalho, pelo contrário, ela possibilita a readequação das equipes e toma para si a missão de conduzir serviços desgastantes sob o nosso olhar.

Há de se frisar que as ferramentas não se limitam ao armazenamento dos materiais. Modelos de análise e classificação concedem uma abordagem totalmente inovadora aos dados, consolidando-os como objetos de valor analítico proveitosos. Em decorrência dessa novidade, o processo de tomada de decisão terá informações respaldadas digitalmente e confiáveis como grande referencial, fomentando uma cultura de decisões conscientes e de alto teor estratégico.

Capacidade para continuar crescendo sem altos custos
Essas plataformas capazes de automatizar e validar as informações adquiridas, através de modalidades escaláveis, proporcionam a chance de otimizar os procedimentos referidos ao longo do texto sem que ocorra um aumento exacerbado nos custos da empresa. Um conceito escalável de digitalização vai de encontro à urgência por mais produtividade sem que o controle financeiro da organização caia em um gargalo irremediável.

A tecnologia chegou para simplificar o cotidiano operacional das corporações. Isso também se aplica à implementação de um onboarding digital ágil e eficaz, sem intervenções humanas desnecessárias e com foco total na reformulação da cultura corporativa como um todo. No fim, é questão de tempo que essa inovação empresarial seja cada vez mais presente em nosso país, o que aponta para um futuro próximo de possibilidades enriquecedoras, para as empresas e as pessoas que às compõem, sem exceções.

(*) É Founder e CTO da Nextcode. Formado em Tecnologia de Dados, com pós-graduação em Big Data e Desenvolvimento Móvel, possui mais de 19 anos de experiência com projetos voltados à tecnologia e inovação.