Microcrédito como alternativa aos juros bancários

O senador Esperidião Amin (PP-SC) defendeu o crédito cooperativo e o microcrédito como instrumentos para combater os altos juros praticados pelos bancos. Registrou reunião com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, para discutir a situação dos juros bancários. Para ele, o chamado cheque especial se transformou numa ferramenta para extorquir a população mais pobre.

Amin disse que Campos Neto manifestou preocupação com o problema e disse que agilizará o sistema financeiro para atender o pequeno e o microempresário. Isso, disse o senador, “renovou sua esperança” não apenas no sistema financeiro e nos bancos virtuais que estão surgindo, mas também em alavancas que muitas vezes foram “menosprezadas” pelo mesmo BC. 

“Serão essas instituições, crédito cooperativo, Ongs de microcrédito e as sociedades de garantia solidária — que nós aprovamos há pouco, e eu espero que o governo sancione o mais rapidamente possível — essas é que darão capilaridade ao esforço do governo para cevar o pequeno empresário com microcrédito baseado no que eu chamo crédito de confiança”, concluiu Amin (Ag.Senado).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap