216 views 5 mins

Tecnologia no turismo: experiências seguras é um caminho possível

em Opinião
segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024

Johannes Noebels  (*)

Com o fim do Carnaval, um evento que tradicionalmente marca o início da temporada turística no Brasil, as perspectivas para o turismo em 2024 são de grande expectativa e oportunidade.

Ao longo dos anos, o turismo tem desempenhado um papel vital na economia global, oferecendo não apenas momentos de lazer, mas também impulsionando o desenvolvimento econômico e cultural em todo o mundo. No entanto, a pandemia de COVID-19 lançou uma sombra sobre essa indústria, desafiando viajantes e empresários do setor a se adaptarem a novas realidades.  
 
Minha jornada empreendedora começou com uma experiência pessoal na Amazônia brasileira, onde a falta de informações claras e a dificuldade em reservar passeios turísticos foram obstáculos evidentes. Essa lacuna no mercado foi o catalisador para a fundação da mymento, uma plataforma B2B de tecnologia focada em turismo receptivo, com a missão de promover a transformação digital no setor. 
 
No Brasil, o turismo receptivo tem enfrentado seus próprios desafios, com uma recuperação gradual após os impactos da pandemia. Em 2023, o país registrou cerca de 1,82 milhões de chegadas de turistas até setembro, gerando uma receita cambial de US$ 2,82 bilhões no mesmo período, de acordo com dados do Ministério do Turismo do Brasil. Embora esses números representem uma melhoria em relação ao ano anterior, ainda estão abaixo dos níveis pré-pandemia. As perspectivas para 2024 são promissoras, com um crescimento estimado de 10% a 15% nas chegadas de turistas, indicando uma recuperação gradual do setor, conforme apontado pela Organização Mundial do Turismo (OMT). 
 
No cenário global, o turismo enfrenta uma série de desafios, desde a instabilidade geopolítica até as mudanças climáticas. Em 2022, as chegadas de turistas em todo o mundo totalizaram 900 milhões, representando 63% do nível de 2019, com uma receita cambial de US$ 1,33 trilhão, equivalente a 73% do nível de 2019, conforme relatado pela OMT. No entanto, em 2023, o setor testemunhou um crescimento forte e uma recuperação em ritmo acelerado, com perspectivas otimistas para 2024, prevendo a superação dos níveis pré-pandemia em número de chegadas de turistas e receita cambial. 
 
Nesse contexto desafiador, a tecnologia desempenha um papel fundamental em revitalizar o setor de turismo. Plataformas como a mymento oferecem às empresas de atrativos turísticos uma maneira conveniente e segura de digitalizar e automatizar todos os processos, desde reservas até a gestão completa do negócio. Além disso, a integração de recursos de segurança e assistência em tempo real oferece tranquilidade aos viajantes, especialmente aqueles que não estão familiarizados com a região. 
 
Ao aproveitar tecnologias como inteligência artificial e análise de dados, oferecemos as empresas condições de personalizar ainda mais a experiência do viajante, oferecendo combinações de passeios com base em suas preferências e interesses. Isso não só aumenta a satisfação do cliente, mas também impulsiona a promoção do destino turístico, estimulando o crescimento econômico local. 
 
Acredito profundamente no impacto transformador da inovação no setor do turismo. Ao simplificar e digitalizar as reservas de passeios, conectar pessoas a experiências únicas em todo o Brasil estamos promovendo uma indústria turística mais inclusiva e acessível para todos. Com a segurança, facilidade e autenticidade proporcionadas pela tecnologia, vislumbro um futuro em que o turismo alcance um patamar de igualdade. Nesse contexto, vejo o Brasil desempenhando um papel fundamental, destacando-se por suas paisagens deslumbrantes e destinos inigualáveis. 
 
(*) CEO da mymento.