110 views 4 mins

Pagamento recorrente: 7 vantagens para qualquer negócio

em Opinião
sexta-feira, 12 de abril de 2024

Livia Barreto (*)

Um modelo de negócios focado em prolongar a relação com o cliente.

Em vez de apenas adquirir um produto ou serviço, o consumidor pode optar por assinaturas que prometem impactar positivamente a marca (e os ganhos financeiros) por meses ou anos. Sim, falo aqui dos pagamentos recorrentes. Afinal, em tempos de extrema competitividade, saber que os seus consumidores poderão se manter fiéis à empresa em longo prazo é um grande alívio, além de fazer enorme diferença na hora de avaliar o capital de giro.

Segundo uma pesquisa realizada pela Betalabs com dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), os clubes de assinatura já movimentam cerca de R$ 1 bilhão por ano na economia brasileira. A expectativa é que esse setor cresça cada vez mais comparado ao mercado americano, que mobiliza mais de US$ 10 bilhões anualmente.

Produtos como livros, roupas, itens de beleza, materiais colecionáveis e até alimentos de uso diário estão entre as mercadorias que chegam às casas dos clientes mensalmente, gerando benefício mútuo. Enquanto o negócio tem a certeza de uma venda garantida, o consumidor consegue acesso muito mais fácil ao que gosta de comprar sem precisar sair de casa. Ainda com ampla variedade de ofertas, os negócios prezam pelas preferências de cada cliente, graças à era das tecnologias que privilegiam a personalização.

Principais benefícios
Com a crescente competição e as mudanças nos hábitos de consumo, as empresas precisam adotar abordagens inovadoras para garantir relevância e sucesso no mercado. Nesse sentido, além da previsibilidade financeira, as principais vantagens em relação aos pagamentos recorrentes envolvem:

Fidelização e retenção de clientes: uma vez que a empresa firma compromisso de entrega constante com o público, as taxas de fidelização e retenção tendem a aumentar.

Redução da taxa de inadimplência: como o valor total do pagamento recorrente é programado automaticamente, é possível reduzir problemas com prazos e inadimplência.

Eficiência operacional: com entregas já definidas, consegue-se diminuir a necessidade de fazer transações manuais, o que economiza tempo e recursos importantes.

Facilidade de gerenciamento: o contato direto com os clientes permite mais oportunidades de monitoramento de comportamento e ajuda na criação de demandas baseadas no gerenciamento das assinaturas.

Oportunidades de upsell e cross-sell: um dos principais diferenciais do pagamento recorrente está em melhorar as ofertas de produtos e serviços adicionais com inteligência e eficiência.

Acesso a dados valiosos: ter consumidores fixos é praticamente contar com uma pesquisa mercadológica todo mês.

Redução de custos de aquisição de clientes: é muito mais barato manter um consumidor do que conquistar um novo, e o pagamento recorrente é um grande aliado nessa jornada.

Como ter sucesso?
O marketing digital é essencial para alcançar objetivos nesse formato. É possível, por exemplo, caprichar nos assuntos de e-mail marketing, trazer notícias, curiosidades, informações e tudo o que for relevante para o nicho a ser explorado. A automatização na área também é um ótimo recurso para aqueles que investem no pagamento recorrente. No entanto, é importante reconhecer que a implementação bem-sucedida de estratégias requer uma abordagem cuidadosa e planejada. Para usar qualquer ferramenta com eficiência, o ponto-chave é contar com um parceiro que tenha expertise no assunto.

Em resumo, ao proporcionar conveniência, previsibilidade e personalização, qualquer negócio tem o poder de melhorar a experiência do cliente e impulsionar o crescimento e a sustentabilidade financeira.

(*) Diretora de Marketing da Dinamize.